O Cineteatro Municipal recebe, pelo segundo ano consecutivo, uma quinzena dedicada ao teatro, que tem como objetivo “continuar a atrair público a esta forma de arte, cuja história se perde nos tempos”.

Este ano, a Quinzena do Teatro é composta por cinco espetáculos, que dão a conhecer novos projetos desenvolvidos por jovens autores, atores e encenadores portugueses que, utilizando diferentes estilos e técnicas nos mostram que, quando se trata de contar uma história, não há limites para a imaginação.

A abertura da iniciativa acontece no dia 14, sexta-feira, às 18 horas, no espaço exterior do edifício, onde vão ser apresentadas pequenas peças de teatro, numa animação de rua. O objetivo passa por mostrar ao público que, por um preço simbólico, pode assistir a diferentes e novas encenações de teatro.

Também na sexta, mas às 21.30 horas, a sala recebe A Conquista de Ceuta, de Rui Catalão, uma peça-conferência, inserida no Ciclo de Conferências A Grande Dívida, que aborda as mais improváveis formas de endividamento.

No dia 15, sábado, às 21.30 horas, sobe ao palco o Teatro Griot com Faz Escuro nos Olhos, um espetáculo multiplicador das leituras em torno da mais primária expressão da Humanidade: a violência. Esta peça recebeu em 2013 o Prémio Nacional Vid Arte – a arte contra a violência doméstica.

A Dívida Familiar, a segunda peça-conferência de Rui Catalão, inserida no Ciclo de Conferências A Grande Dívida, é uma história cheia de histórias, com um artista de palco no lugar do conferencista e onde cada tema é apresentado e desenvolvido, com uma conclusão e uma sessão de perguntas e respostas. Esta encenação é apresentada no dia 21, sexta-feira, às 21.30 horas.

Sábado, dia 22, é a vez do Mundo perfeito subir ao palco com By Heart, uma peça sobre a importância da transmissão, do invisível contrabando de palavras e ideias que apenas um texto na memória pode oferecer. Esta peça foi escolhida, em 2013, pelo jornal Expresso como um dos melhores espetáculos do ano.

A Quinzena do Teatro despede-se, no último sábado do mês, com a peça Três Dedos Abaixo do Joelho, pelo Mundo Perfeito, uma peça foi eleita pelo jornal Público como uma dos 10 melhores apresentadas em Portugal em 2012 e foi nomeada para os Prémios SPA na categoria de Melhor Texto Português Representado e Melhor Espetáculo de Teatro, tendo sido premiada pela última nomeação. Foi ainda galardoada na categoria Melhor Espetáculo de Teatro de 2012 pelos Globos de Ouro.

A Quinzena de Teatro é, de acordo com a organização, “uma grande oportunidade para conhecer alguns dos novos valores da encenação e representação nacional”.

 

Consulte o programa completo:

 

dia 14 | sex | 18h

ANIMAÇÃO DE RUA

Abertura da Quinzena do Teatro

dia 14 | sex | 21h30

PEÇA-CONFERÊNCIA

A Conquista de Ceuta

de Rui Catalão

Destinatários: maiores de 12 anos

dia 15 | sáb | 21h00

Faz Escuro nos Olhos

pelo Teatro Griot

Destinatários: maiores de 16 anos

dia 21 | sex | 21h30

PEÇA-CONFERÊNCIA

A Dívida Familiar

de Rui Catalão

Destinatários: maiores de 12 anos

dia 22 | sáb | 21h30

By Heart

pelo Mundo Perfeito

Destinatários: maiores de 12 anos

Org.: Artemrede

dia 29 | sáb | 21h30

Três Dedos Abaixo do Joelho

pelo Mundo Perfeito

Destinatários: maiores de 12 anos

Org.: Artemrede

 

Bilhete: 3 €

Pack de 2 espetáculos: 5 €

Partilhe esta notícia