Oficinas da EMEF permanecem e Porto de Águas Profundas objeto de estudo para instalação no Barreiro

O III Fórum do Desenvolvimento Local Barreiro / Moita, realizado no sábado, 31 de maio, juntou, no Barreiro, muitos atores sociais, proporcionou muitos momentos de partilha e debate e trouxe algumas novidades – boas notícias, em particular, para os concelhos “em discussão” mas, também, para toda a Região. A presença da Presidente do Conselho de Administração (CA) da EMEF – Empresa de Manutenção de Equipamento Ferroviário, Cristina Dias, confirmou a permanência das Oficinas, com 120 trabalhadores, no Barreiro e, inclusive, a possibilidade de alargamento da atividade. A Presidente do CA da APL – Administração do Porto de Lisboa, Marina Ferreira, veio confirmar os estudos efetuados no sentido de aferir a viabilidade da instalação do Porto de Águas Profundas no Concelho.

Para o Presidente da Câmara Municipal do Barreiro (CMB), Carlos Humberto de Carvalho, ambas as notícias constituem “aspetos importantes” a relevar do evento de sábado e motivo de satisfação.

“No fundo veio confirmar uma coisa que nós, há muito, vínhamos propondo e, já sabíamos, estava encaminhado, mas é importante que a Presidente o tenha feito publicamente: que as Oficinas vão continuar, que vão diversificar, até, a sua atividade e, daquilo que conhecemos, eventualmente, vão aumentar postos de trabalho – e isto é uma excelente novidade; por outro lado, a Presidente da APL confirmou que os estudos que estão a ser feitos para o incremento da atividade portuária são para o Barreiro – e isso, ainda que nós conhecêssemos, não deixa de ser positivo; é a Presidente da APL que o refere”, salientou o Autarca do Barreiro, no final do dia de trabalhos.

O Fórum do Desenvolvimento Local Barreiro / Moita, realizado nas Oficinas da EMEF, local original com, conforme sublinhou o Presidente sublinhou, “impacto”, contou com cerca de centena e meia de participantes.

 

Fonte: CMBarreiro

Partilhe esta notícia