Gostaria de começar por agradecer o convite do Jornal ‘DistritoOnline’ para a nossa participação na rubrica semanal deste e aproveito ainda para congratular toda a equipa pelo trabalho deste jornal que já acompanho desde 2010.

Por ocasião da minha candidatura à presidência do Partido pelos Animais e pela Natureza (PAN), e tendo sido questionada sobre o trabalho efectuado no Conselho Local de Almada (PAN Almada), gostaria de iniciar a nossa 1ª rubrica com uma apresentação do trabalho que temos vindo a desenvolver no âmbito da nossa actividade partidária por uma equipa competente, dedicada, empenhada, unida e que em regime de voluntariado resultou nas acções parcerias que adiante explanarei.

 

Do resumo do nosso trabalho resultante da actividade no PAN Almada, destacamos:

 

Ao nível das relações externas:

Em Outubro deste ano, marquei presença no Parlamento Europeu (PE), Bruxelas, na Conferência Internacional “Putting Animal Welfare at the heart of the EU” do “Intergroup on the Welfare and Conservation of Animals” promovida pelo “Eurogroup 4 Animals“ – O Intergrupo para a Conservação e Bem Estar de Animais do PE, integrado no Eurogroup 4 Animals, está activamente envolvido com o Parlamento Europeu, sendo esta a principal organização de bem-estar animal na União Europeia. O Intergrupo reúne deputados de todos os grupos políticos, que têm um pensamento em comum, para debater e aprender sobre questões relacionadas com o bem-estar animal e para incentivá-los a agir e assegurar que toda a legislação da UE respeita os animais e o seu bem-estar. – Desta conferência resultou o estreitamento das nossas relações com ‘Os Verdes’ da Suécia e já se encontra pré-agendada em Portugal uma reunião entre mim e o Eurodeputado deste partido, que integra o Eurogroup 4 animal. Ainda no que concerne a esta relação, eu e a minha equipa, procedemos à elaboração de um documento que foi remetido a este partido, na sequência da Discussão para o Financiamento das Actividades Tauromáquicas com dinheiros provenientes da EU.

Na sequência do meu encontro com o “Intergroup on the Welfare and Conservation of Animals”, fui convidada a integrar a ‘Fur Free Alliance ’do ‘Eurogroup for Animals‘, pelo que passarei a ser a ligação para o ‘Intergroup’ entre Bruxelas e Portugal, no âmbito dos trabalhos com vista à abolição da exploração de peles no nosso mercado e União Europeia.

Em Junho último estreitámos relações internacionalmente com a LUDEN – Local Urban Development European Network – e fui participante convidada para a Assembleia-Geral Anual da LUDEN e para o workshop ‘More women into European Politics’ em Birmingham (Reino Unido), promovido pelo programa da União Europeia “Fundamental Rights and Citizenship”;

Tenho vindo a estreitar relações com diversas organizações de outros países, sendo a Dogs Trust e a Worldwide Veterinary Service apenas alguns exemplos, com vista à criação de protocolos internacionais.

 

Ao nível do trabalho local, há que destacar:

Para o ano de 2015, e após várias reuniões com a Câmara Municipal de Almada, definimos como prioridades a criação de um serviço de contacto permanente aos Serviços Veterinários Municipais (Linha SOS Animal 24h); a criação de um fundo municipal para a esterilização de animais errantes e de associações locais, e ainda o lançamento da primeira pedra para a construção do novo Canil/Gatil de Almada;

Conseguimos que fosse criado, no conhecido Parque da Paz, em Almada, um parque de recreio público para cães;

Apresentámos queixa-crime contra o Município da Moita e a Comissão de Festas local, por homicídio a título doloso ou negligente por omissão, denegação de justiça e por incumprimento da lei 92/95, em virtude da morte de duas pessoas e de um número indeterminado de cidadãos terem ficado feridos num evento do qual se desconhece a celebração de seguros que reparem danos;

Por proposta do PAN Almada, após intervenção em assembleia da nossa deputada municipal, a Assembleia Municipal de Almada aprovou por unanimidade uma recomendação à C.M. de Almada para a criação, em 2015, da figura do Provedor Municipal do Animal;

Em Julho, organizámos um protesto ruidoso em frente à praça de touros Carlos Relvas em Setúbal, o qual envolveu os cidadãos daquela cidade, e que visava denunciar a corrida propriamente dita bem como a atribuição de subsídios para a renovação da referida praça, à semelhança do que tem sido feito desde que assumi a coordenação local de Almada em 2010 – ainda que a nossa área geográfica de trabalho oficial estivesse circunscrita a Almada;

Em Junho último estivemos presentes na Feira das Associações Jovens de Almada (FAJA),  a difundir hábitos alimentares saudáveis, com a disponibilização de produtos 100% vegetarianos e entrega de panfletos de informação e consciencialização;

Estivemos presentes e ajudámos a divulgar a Marcha da Animal 2014;

Organizámos localmente a campanha para promover a candidatura do PAN às Europeias e percorremos com o candidato escolhido, vários espaços do nosso concelho, falando com as pessoas e difundindo os valores do PAN;

Associámo-nos a associações locais de defesa dos animais locais na promoção dos seus eventos, bem como na colaboração directa com algumas delas;

Contribuímos, semanalmente, com artigos de opinião para um jornal regional online e doravante também para o jornal ‘DistritoOnline’;

Participei, na qualidade de jurado, num concurso realizado no Colégio Atlântico no âmbito de um projecto estudantil que visava apelar para a problemática do abandono dos animais;

Temos tipo um papel activo na denúncia de maus tratos a animais às entidades locais competentes, com reflexo educativo e de sensibilização junto da população e das autoridades policiais, que não têm conhecimento aprofundado da Legislação de protecção aos animais;

Temos tido participação em escolas, com vista à sensibilização e ao exercício de pedagogia nas matérias da esfera animal e do ambiente, com resultados práticos nas relações interpessoais dos alunos e nalguns casos de reabilitação social;

Conseguimos negociar com a Autarquia a não penalização com sansões pecuniárias aos habitantes do município que alimentam animais de rua;

Célia Feijão

Presidente do Conselho Local de Almada do

Partido pelos Animais e pela Natureza

 

 

 Perfil da autora

 

Célia Feijão, residente em Almada desde nascença, é actualmente empresária naquele concelho. Licenciada em Gestão, com formação profissional em Consultoria Financeira, é também formadora certificada. No domínio da causa animal tem formação adicional na área pedagógica, e foi Delegada do International Trainning Programme pela Dogs Trust – UK Animal Welfare. Possui valências na área de cuidados, saúde e Primeiros Socorros a animais. Participou no I Colóquio sobre Educação e Ética Ambiental na Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto, frequentou o seminário “Legislação Portuguesa de Protecção dos Animais II” ministrado pela Associação ANIMAL. Participou na 1ª Conferência Internacional de Alternativas às Experiências em Animais da Sociedade Portuguesa para a Educação Humanitária (SPEDH), e em Outubro de 2013 foi convidada pela Dogs Trust a participar na International Companion Animal Welfare Conference (ICAWC), realizada em Barcelona.

Do seu percurso no Partido pelos Animais e pela Natureza (PAN) destaca-se a integração no mesmo em 2009 ajudando na recolha de assinaturas para a sua constituição, tornando-se membro do Conselho Nacional e assumindo funções de Coordenadora-Geral de Núcleos do Sul em 2010. Um ano mais tarde, em 2011, após a oficialização do partido, foi meritocraticamente filiada n.º 12, e foi eleita Presidente do Conselho Local de Almada, Comissária Politica Nacional e Secretária da Mesa do Congresso do PAN. Após as Eleições Legislativas de 2011 foi convidada de mérito pela Direcção Nacional para assumir o cargo de Secretária Geral do Partido.

 

Partilhe esta notícia