O Grupo Parlamentar Os Verdes questionou o Governo sobre a ocorrência de descargas poluentes com origem na Siderurgia Nacional na Aldeia de Paio Pires.

No texto, endereçado ao Ministério do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia e ao Ministério da Economia, os Verdes explicam que tiveram conhecimento “através da denúncia de moradores, que tem havido várias descargas poluentes com origem na Siderurgia Nacional Seixal, S.A., localizada na Aldeia de Paio Pires”.

“Os moradores reclamam que os fumos e pós esbranquiçados degradam a qualidade do ar e afetam diretamente a qualidade de vida das populações. Uma das denúncias recebidas, ilustrada através de fotografias obtidas em 19 de dezembro de 2014, entre as 8.00h e as 11.00h, em diversos locais da freguesia de Aldeia de Paio Pires, documenta mais uma das constantes e visíveis descargas atmosféricas. Segundo o relato de moradores, as descargas não são realizadas apenas durante o dia mas também no período noturno, sendo que estas últimas são ainda mais intensas”, sublinham.

“Que conhecimento tem o Governo sobre a situação acima referida?”, interroga a deputada Heloísa Apolónia na missiva destinada ao Ministério do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia e ao Ministério da Economia.

A deputada quer ainda saber que “fiscalização tem sido realizada, qual a sua periodicidade e quais os resultados obtidos”, bem como “que medidas são necessárias para, face à atividade poluente em questão, garantir de forma continuada as devidas condições ambientais, que venham a salvaguardar a saúde pública e a qualidade de vida das populações”.

Partilhe esta notícia