O Vinho Palácio da Bacalhôa 2009 recebeu a mais elevada nota entre os tintos de topo da Península de Setúbal, numa prova cega da Revista de Vinhos. O vinho produzido pela Bacalhôa, com as castas Cabernet e Merlot como estrelas, foi classificado com a nota 18 numa escala de 20, correspondente a vinhos identificados como ‘Excelentes, de grande categoria e potencial’.

Um vinho tinto de topo de gama, o Palácio da Bacalhôa 2009 apresenta notas vegetais e apimentadas no aroma, com uma textura rica na boca, revelando-se um vinho com vigor, mas com classe. “Não é fácil produzir um grande lote ‘bordalês’ Cabernet-Merlot em Portugal. Mas este requintado Palácio da Bacalhôa, numa prova cega com alguns dos nomes sonantes de Bordéus, iria dar muito que falar”, afirma Luís Ramos Lopes, diretor da Revista de Vinhos.

A revista salienta ainda que a Bacalhôa “apresenta ao consumidor preços competitivos em vinhos bem-feitos e agradáveis quer para o quotidiano, quer para momentos especiais”.

Partilhe esta notícia