A paralisação que se registou hoje na Volkswagen Autoeuropa teve uma adesão de 41% do total dos colaboradores.

Apesar do impacto negativo desta paralisação, a empresa continua empenhada em encontrar um compromisso com os trabalhadores que crie, mantenha e assegure o emprego.

Este compromisso deverá também garantir as encomendas dos nossos clientes para o novo modelo, que requer a laboração contínua em 18 turnos por semana.

Para atingir este objetivo, é essencial dar continuidade ao processo de diálogo com uma comissão de trabalhadores eleita, à semelhança das boas práticas laborais da Volkswagen Autoeuropa e do Grupo Volkswagen.

A eleição da nova comissão de trabalhadores terá lugar no próximo dia 3 de outubro. Até lá, serão ouvidas as partes envolvidas neste processo.

 

 

Fonte: VW Autoeuropa

Partilhe esta notícia