O PCP entregou um Projeto-Lei na Assembleia da República para reintegrar o Arsenal do Alfeite na orgânica da Marinha.

Os comunistas consideram que “a solução adequada e segura, para o Arsenal e para a Marinha, é a sua reintegração orgânica. O Arsenal deve ser um estabelecimento fabril das Forças Armadas, integrado na Administração Direta do Estado sob tutela do Ministério da Defesa Nacional e na orgânica da Marinha, como sempre foi até 2009”.

O Grupo Parlamentar do PCP defende ainda que esta opção “não constitui um retrocesso relativamente às medidas de modernização e de captação de clientes por parte dessa estrutura empresarial, antes pelo contrário”.

Considera-se ainda “indispensável a concretização de uma estratégia de modernização do Estaleiro, com a realização dos necessários investimentos que permitam ao Arsenal enfrentar os novos desafios e de que são alguns exemplos a dragagem da bacia de manobras; a reparação da Doca Flutuante; da Ponte-Cais; das muralhas; a continuação da manutenção do plano inclinado (estrutura com cerca de 80 anos); a remodelação/reparação do parque de gruas automóveis, tratores, empilhadores e carros elétricos, entre outros”.

Partilhe esta notícia