Realizou-se ontem a tomada de posse de Pedro Dominguinhos como Presidente do Instituto Politécnico de Setúbal (IPS), para o quadriénio 2014-2018.

O responsável empossado iniciou agradeceu a confiança depositada na sua candidatura, sublinhando também a importância de todos os docentes, não docentes e estudantes na instituição “que resistem, lutam e trabalham diariamente para cumprirem a sua missão”, considerando-os pela sua atuação quotidiana “a prova viva de que o IPS é uma comunidade vibrante, plural, dinâmica, talentosa e competente para conseguir vencer os desafios que surgem”.

A terminar, o novo Presidente do IPS referiu que ser presidente do IPS é algo muito importante e salientou a importância de conseguir aproximar cada vez mais o IPS da região.

“Ser Presidente do IPS é acima de tudo a assunção responsável de uma função que deve ser desempenhada com entusiasmo e estritamente orientada para a instituição e para o seu futuro. Por isso, conto com todos para construirmos um Politécnico de Setúbal mais coeso, inclusivo e parceiro da região.“

O Presidente cessante, Armando Pires, congratulou o novo Presidente do IPS pela sua eleição, definindo-a como “motivadora” e “percursora de uma nova fase na vida do Instituto carregada de energia e de esperança num futuro melhor”.

A terminar o ex-presidente do IPS deixou uma palavra de agradecimento a toda comunidade IPS.

“Agradeço a todos aqueles que, de uma forma ou de outra, dentro do nosso instituto contribuíram para dar significado à minha função e para que eu pudesse, com o limite das minhas próprias capacidades, dar o meu melhor em prol do IPS”.

A cerimónia de tomada de posse, que contou com a presença de diversos representantes de instituições de ensino superior, de entidades e empresas da região de Setúbal e da comunidade académica do IPS, foi presidida por António de Melo Pires.

Partilhe esta notícia