A Polícia Judiciária anunciou hoje, terça-feira, a apreensão de 18 milhões de cigarros de contrabando transportados em dois contentores no Porto de Sines.

Em comunicado, a PJ explica que “um dos contentores tinha 10.170.000 cigarros da marca GOLD CLASSIC e o outro continha 4.020.000 cigarros da marca BENTLEY e 3.940.000 cigarros da marca RICH, num total de 18.130.000 cigarros”.

O valor do prejuízo ao Estado correspondente ao imposto que não seria cobrado é estimado em cerca de 3 milhões de euros.

A apreensão foi feita através da Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC), no âmbito de um inquérito dirigido pelo Ministério Público (DIAP de Lisboa), revela a mesma nota da PJ, acrescentando que “a investigação prossegue com vista à recolha de prova complementar relativa aos autores do crime”.

Partilhe esta notícia