Plano Nacional de Cinema em análise, com a presença da sua coordenadora, no Ciclo de Aulas Abertas “Fala-me de Cultura” da ESE-IPS

A Coordenadora do Plano Nacional do Cinema, Elsa Mendes, é a convidada da próxima aula aberta do ciclo Fala-me de Cultura 2017,que acontece na sexta-feira, dia 31 de março, às 13h, no Anfiteatro da ESE-IPS. A convidada proferirá a lição intitulada “O Plano Nacional de Cinema: da literacia fílmica à criação de redes entre instituições culturais e educativas”.

Elsa Mendes obteve o grau de Doutora em Letras, no ramo de Estudos de Cultura e de Literatura, Especialidade em Estudos Americanos, na Universidade de Lisboa. É professora e formadora de professores e desempenha funções de Coordenadora nacional do Plano Nacional de Cinema na Direção Geral de Educação desde 2014.

O ciclo de aulas abertas Fala-me de Cultura 2017, realizado no âmbito da Unidade Curricular Indústrias Culturais, do 2ºano da licenciatura em Comunicação Social, pretende trazer à Escola Superior de Educação a discussão sobre o conceito que dá nome à Unidade Curricular. Assim sendo, ao longo de seis semanas, diversos agentes e criadores culturais estarão presentes na Instituição, às sextas-feiras entre as 13h e as 16:30h, com o intuito de conversar sobre a sua experiência profissional e debater várias temáticas da produção cultural. As aulas abertas são gratuitas e necessitam de inscrição prévia.

 


 

II ciclo de aulas abertas sobre indústrias culturais

ESE/IPS

A expressão ‘Indústrias Culturais’ é hoje recorrente nos discursos político e mediático e frequentemente utilizada como aludindo a uma realidade incontestada e incontroversa. Neste quadro, aceita-se uma tendência para a conversão de todos os objetos culturais em mercadorias e a substituição da fruição pelo consumo. Este cenário é avaliado favoravelmente, sendo observado como motor de progresso social e desenvolvimento económico. Cunhada, na sua versão singular, em 1947, pelos teóricos da Escola de Frankfurt, Theodor Adorno e Max Horkheimer, a expressão visava, contudo, propósitos distintos. A intenção era promover uma reflexão crítica acerca da então recentemente fundada cultura de massa e dos seus modos de recepção.

O ciclo de aulas abertas Fala-me de Cultura 2017, realizado no âmbito da Unidade Curricular Indústrias Culturais, do 2o ano da licenciatura em Comunicação Social, tem como propósito retomar a discussão deste conceito e de outros que se lhe associam, tais como, mercadorização da cultura, políticas culturais, democratização e diversidade cultural, contando para isso com a participação de vários convidados que laboram em diversas áreas da produção cultural.

Ao longo de seis semanas, realizaremos, todas as sextas-feiras, entre as 13h e as 16h30, encontros com agentes e criadores culturais, que conversarão sobre a sua experiência, debaterão os tópicos antes enunciados e responderão às questões do público. Destinado preferencialmente aos estudantes de Indústrias Culturais, o ciclo Fala-me de Cultura 2017, estará aberto a todos os que nele queiram participar, gratuitamente e sem necessidade de inscrição prévia.

Sextas-feiras, 13h-16h30, anfiteatro da ESE

 

 

Link do evento no facebook: https://www.facebook.com/falamedecultura

Partilhe esta notícia