O Posto da Polícia Marítima da Costa da Caparica realizou ontem uma ação de fiscalização e policiamento dirigida à atividade ilegal de captura e comercialização de bivalves no estuário do rio Tejo, mais precisamente na zona ribeirinha de Alhos Vedros, concelho da Moita, na qual foram apreendidos cerca de 470kg de amêijoa-japonesa e diversos utensílios usados para a prática da atividade.

Nesta ação, os elementos do Posto da Polícia Marítima da Costa da Caparica intercetaram e fiscalizaram dois indivíduos que se encontravam junto à margem daquela zona ribeirinha, que se dedicavam ao comércio de amêijoa-japonesa proveniente de apanhadores ilegais deste bivalve, tendo sido apreendidos os cerca de 470kg de amêijoa-japonesa, que foi devolvida ao seu habitat natural por se encontrar viva.

Como medida cautelar foram também apreendidos sacos de acondicionamento e embalagem dos bivalves, uma balança portátil e uma viatura sem as caraterísticas técnicas exigidas para o transporte de moluscos vivos, onde os dois indivíduos acondicionavam os bivalves para transportar posteriormente.

Fonte: amn.pt