Oitocentos e trinta e três novos estudantes, mais 124 do que no anterior ano letivo, e uma taxa de colocação de 70 por cento, que ultrapassa em 10 pontos percentuais a registada em 2016/2017. Eis os números da 1.ª fase do Concurso Nacional de Acesso (CNA) para 2017/2018, no que respeita ao Instituto Politécnico de Setúbal (IPS), que assim se torna no quinto politécnico com o maior número de colocações a nível nacional.

Os resultados mostram um crescimento de 18% face ao ano anterior, um número superior quando comparado com as colocações a nível nacional, que subiram 5%, e com as colocações no ensino superior politécnico, cujo incremento se situou nos 8,4 %.

 

Os dados da 1.ª fase do CNA dão conta também de 13 cursos de licenciatura com a totalidade das vagas preenchidas (mais três que no passado ano letivo), nomeadamente nas áreas de saúde, informática, ciências sociais e ciências empresariais, que se mantêm assim no topo das preferências dos candidatos.

 

Bastante satisfeito com os resultados alcançados pela instituição, o presidente do IPS, Pedro Dominguinhos, encara-os como um reflexo do “incremento da confiança dos estudantes e das famílias no projeto científico-pedagógico do Politécnico de Setúbal”, o que tem permitido o “crescimento sustentado de colocados, que passaram de 552 para 833 nos últimos três anos”.

 

Ainda de acordo com o responsável máximo da instituição de ensino, aos números agora conhecidos não será também alheia a estratégia que tem vindo ser implementada pelo IPS e que assenta nos pilares da relação próxima com as escolas secundárias e profissionais, da aposta em metodologias pedagógicas mais ativas e da interação estreita com o tecido empresarial e restante comunidade envolvente.

 

Na totalidade, considerando as três fases do CNA (a segunda arranca hoje, dia 11, prolongando-se até 22 de setembro), os regimes especiais de ingresso, cujos resultados serão conhecidos até ao final desta semana, e os 110 estudantes em mobilidade internacional que chegaram hoje ao campus de Setúbal do IPS, são esperados este ano mais de 2000 novos estudantes.

 

“Face ao número de candidatos existente, que registou um crescimento elevado face a 2016, esperamos preencher as vagas na quase totalidade das licenciaturas, bem como nos cursos técnicos superiores profissionais e mestrados”, conclui o presidente.

 

Recorde-se que o IPS preparou um conjunto de atividades de acolhimento, na semana de 25 a 29 de setembro, do qual se destacam a sessão de receção aos novos estudantes, agendada para dia 25, seguida de um almoço convívio no refeitório totalmente renovado, bem como o cortejo pelas cidades de Setúbal e Barreiro, onde se situam os campi da instituição.

Partilhe esta notícia