A Volta a Portugal em Bicicleta está de regresso às estradas nacionais já a partir da próxima sexta-feira, dia 4 de agosto, e, com ela, acompanhando as 10 etapas previstas até 15 de agosto, chega também a iniciativa Volta ao Conhecimento, que no seu segundo ano consecutivo volta a contar com a colaboração do Instituto Politécnico de Setúbal (IPS).

 

“Porque a Volta tem Ciência” é o mote desta travessia paralela aos 1626,7 quilómetros que vão ser feitos sobre rodas e deixa bem evidente o que pretende o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES) ao promover a iniciativa, tendo como parceiros a Volta a Portugal e a RTP: dar visibilidade ao conhecimento produzido pelas instituições de ensino superior e pela comunidade científica e, ao mesmo tempo, promover a descoberta do território português e suas paisagens, pessoas, cultura e tradições.

 

Com partida de Lisboa, a prova cumpre a sua primeira etapa no sábado, dia 5 de agosto, entre Vila Franca de Xira e Setúbal, oportunidade privilegiada para o IPS dar a conhecer a sua oferta formativa e os contributos que tem dado para o progresso científico e tecnológico do território em que se insere e do próprio país.

 

A instituição de ensino superior terá um expositor no stand institucional da Volta ao Conhecimento, nas imediações do programa da RTP “Há Volta” (Avenida Luísa Todi), que será transmitido em direto, ao longo do dia, desde o centro da cidade do Sado. Aí os transeuntes terão oportunidade de conhecer, por exemplo, o Shell Eco-Marathon, veículo ecológico criado por alunos da Escola Superior de Tecnologia de Setúbal(ESTSetúbal/IPS), ou de participar na atividade “Dar uma volta à voz”, de sensibilização para a saúde vocal, a cargo da professora Sónia Lima, da Escola Superior de Saúde (ESS/IPS).

 

O IPS far-se-á também representar por Luís Coelho, professor na ESTSetúbal/IPS, que será um dos investigadores convidados pelo programa televisivo “Há Volta”. O cientista, que tem participado em vários projetos nacionais e europeus, nas áreas da eficiência energética e energias renováveis em edifícios, explicará aos telespectadores em que consiste o projeto europeu TESSe2b, do programa H2020, do qual é coordenador, e que já está na fase de teste de protótipos no Chipre, Espanha e Áustria.

 

Para que se conheçam melhor estes e outros projetos desenvolvidos pelo IPS e por outras instituições do ensino superior, nas várias áreas do saber, a Volta ao Conhecimento tem disponíveis os respetivos conteúdos no portal www.voltaaoconhecimento.pt.

 

A Volta ao Conhecimento, que acompanha a 79.ª Volta a Portugal em Bicicleta até ao seu término, em Viseu, tem como colaboradores privilegiados as instituições do ensino superior, o Conselho dos Reitores das Universidades Portuguesas (CRUP), o Conselho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos (CCISP) e a Agência Nacional de Inovação (ANI).

 

 

Créditos das imagens em anexo: Volta ao Conhecimento e Volta a Portugal.

Partilhe esta notícia