Curso em parceria com Direção-Geral da Saúde, Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género e Associação para o Planeamento da Família

A Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico de Setúbal (ESS/IPS) em parceria com a Direção-Geral da Saúde (DGS), a Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género (CIG) e a Associação para o Planeamento da Família (APF), promovem a 2.ª edição da Pós-Graduação em Saúde Sexual e Reprodutiva: Mutilação Genital Feminina, que inicia a 24 de fevereiro.

 

O curso procura capacitar os formandos (enfermeiros, médicos e outros profissionais que atuam no apoio a mulheres e jovens que sejam excisadas ou que corram esse risco) no combate da Mutilação Genital Feminina (MGF) e de conhecimentos sobre esta tradição cultural, com a difusão de boas práticas e de métodos de intervenção que contribuam para a prevenção, identificação e tratamento de casos de MGF.

 

Pretende-se também sensibilizar os participantes para a erradicação de uma prática cultural nefasta que ainda ocorre, tutorando-os na criação de projetos de intervenção nos seus contextos reais de trabalho e como promotores de sensibilização/formação de outros, ampliando os meios e processos na eliminação e denúncia desta prática.

 

Mais informações em www.ess.ips.pt

Partilhe esta notícia