O Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) registou este ano um aumento de 22% do número de alunos colocados na 1ª fase do concurso nacional de acesso ao ensino superior (CNA), face aos resultados obtidos em 2014. Em termos absolutos foram colocados 671 alunos, mais 119 do que no ano anterior.

Pelo segundo ano consecutivo o número de alunos colocados aumentou nas várias licenciaturas do IPS, sendo que 9 cursos preencheram a totalidade das vagas, nomeadamente Engenharia Informática, Comunicação Social, Educação Básica, Contabilidade e Finanças, Gestão de Recursos Humanos, Marketing, Gestão da Distribuição e da Logística, Enfermagem e Fisioterapia. Os cursos na área das engenharias, bem como os de regime pós-laboral, foram os que revelaram menor procura, seguindo a quebra verificada a nível nacional.

Para o Presidente do IPS, Prof. Doutor Pedro Dominguinhos, este é o resultado de vários fatores, sendo que “o empenho e profissionalismo de toda a comunidade IPS, nas suas diversas vertentes, o ambiente de proximidade que se vive na instituição e a qualidade das formações e infraestruturas têm contribuído para que possamos atrair cada vez mais estudantes”. Reforça, ainda, que “para além destas colocações, existe ainda a 2ª e 3ª fases do CNA e os concursos locais de acesso, cujo número de candidaturas recebidas permite projetar uma taxa de colocação significativa nas várias licenciaturas do IPS, que ultrapassará os 90%”.

De acordo com os dados divulgados pela Direção-Geral do Ensino Superior verificou-se um aumento de 4290 colocações a nível nacional, incluindo o sistema Universitário e Politécnico, representando um acréscimo de 11,4% a nível global e de 16,7% no sistema politécnico.

A segunda fase do CNA começa esta segunda-feira e prolonga-se até ao dia 18 de setembro.

 

Partilhe esta notícia