No próximo dia 16 de Dezembro, terça-feira, as Comissões de Utentes, Movimento Associativo Popular, Autarquias ePopulação do Concelho do Seixal irão deslocar-se à Assembleia da República, pelas 11 horas, para entregar à Presidência da Assembleia da Republica, cerca de 10 mil assinaturas que foram recolhidas no Concelho, como forma de protesto e de reivindicação por melhores equipamentos e serviços de saúde no Município com destaque para o Hospital no Concelho do Seixal.

Recorde-se que no Seixal há mais de 40 mil utentes sem médico de família e que apenas existe um SAP, que funciona com horário reduzido, não tendo capacidade para responder às necessidades dos cerca de 160 mil habitantes do Concelho. É fundamental que se reabram os SAP encerrados, que se prolonguem os seus horários de serviço e que se construam novos equipamentos de saúde de proximidade, entre os quais o Centro de Saúde de Corroios.

A Plataforma Juntos pelo Hospital no Concelho do Seixal, pretende também relembrar ao Governo que este deve cumprir o acordo estabelecido e assumido em 2009, que previa a construção de um Hospital no Concelho. É urgente a construção deste equipamento, que sirva os cerca de 500 mil habitantes dos concelhos do Seixal, Sesimbra e Almada que apenas têm como opção o Hospital Garcia de Orta, hoje em dia completamente saturado e sem capacidade de resposta.

Partilhe esta notícia