O Porto de Setúbal é o primeiro polo nacional de movimentação de unidades ro-ro e veículos novos, sendo, por um lado a principal plataforma de saída dos veículos fabricados e exportados pela VW Autoeuropa, a segunda empresa em Portugal que mais exporta, e por outro, a principal porta de entrada marítima dos veículos novos que abastecem o mercado nacional, que apresenta sinais de recuperação. São números que significam, sensivelmente, 90 mil veículos exportados e 70 mil importados.

 

Entretanto, a VW Autoeuropa prolongou a concessão do seu terminal por mais 15 anos e as obras de Expansão do Terminal Ro-Ro Coelho da Mota para Jusante decorrem a bom ritmo, prevendo-se que terminem no final do ano. São mais 5,8 ha de terrapleno para melhorar o serviço de importação e exportação de automóveis e passar a oferecer serviços de valor acrescentado na importação e exportação de veículos, serviços atualmente em parques logísticos exteriores ao porto.

Pretende-se a criação de um hub ro-ro de crosstrade intercontinental na ligação entre as rotas do Atlântico, África, Ásia e as linhas do Mediterrâneo e, de igual modo, potenciar a distribuição de automóveis para Portugal e Espanha, até Madrid com áreas de atividades logísticas especializadas no interior do porto.

 

Mas a aposta de reforço na carga ro-ro no Porto de Setúbal não se resume a este investimento, é importante, no futuro, a ampliação do Terminal Autoeuropa para nascente, uma necessidade de mais espaço que advirá da programada produção de um novo modelo automóvel pela VW Autoeuropa.