O Porto de Setúbal foi o segundo porto português na exportação de carga em 2014. De acordo com os dados divulgados pelo IMT – Instituto da Mobilidade e dos Transportes, IP, na perspetiva de mercadorias movimentadas, isto é, descontando taras de contentores, foram exportadas mais de 5 milhões de toneladas, o que coloca o Porto de Setúbal como o segundo porto exportador, a seguir ao Porto de Sines.

A vertente exportadora do Porto de Setúbal, que se tem mantido, nos últimos anos, numa taxa que ronda 65% do volume total movimentado, tem sido alicerçada por carga expedida para países de vários continentes, em 2014, os principais destinos foram a Argélia, Reino Unido, Colômbia, Brasil, Marrocos e Uruguai.

O hinterland do Porto de Setúbal engloba os concelhos de Palmela e Setúbal, que estão entre os 10 maiores concelhos exportadores do país, são respetivamente, o 2º e o 4º a nível nacional. É parceiro de grandes empresas industriais como, em Palmela, a Autoeuropa e a Faurecia, e em Setúbal, a Portucel, a Sapec e a Secil, a que se juntam outras como a Cimpor, e a Somincor, que demonstram a extensão da área de influência do porto.

Partilhe esta notícia