O “Recriar-se”, projeto artístico e de intervenção social inovador que há cerca de três anos está a ser desenvolvido no Centro Social S. Francisco Xavier (CSSFX), fruto de uma parceria entre a Cáritas Diocesana e o Instituto Politécnico de Setúbal (IPS), realiza a sua primeira mostra já esta quarta-feira, dia 27 de junho, a partir das 15h00, nas instalações do CSSFX (Praça Teófilo Braga, n.º 13, Setúbal).

 

O programa contempla a inauguração da primeira exposição do ateliê de fotografia do projeto, dinamizado por Fernando Pinho, docente da Escola Superior de Educação (ESE/IPS), e logo a seguir um espetáculo pelo grupo de música “Recriar-se”, coletivo sob a responsabilidade de Carlos Xavier, também professor da ESE/IPS.

 

Pelas 17h00, já depois do lanche/convívio, o trio de lyric pop Passione, nascido em Setúbal, oferece um concerto intimista a utentes, funcionários e convidados do Centro Social São Francisco Xavier.

 

O evento, recordam os organizadores, é uma forma de partilhar com a comunidade o caminho percorrido até então por este projeto de intervenção social através da arte, que permitiu criar “um espaço facilitador da expressão e desenvolvimento pessoal de pessoas em condição de exclusão social”.

Partilhe esta notícia