Os deputados do distrito de Setúbal consideram que o PS e o PCP “mentiram uma vez mais”, desta vez sobre uma eventual redução da oferta de transporte e encerramento de ligações fluviais, tendo sido assegurado pela Transtejo aos social-democratas que isso nunca esteve em causa.

A Transtejo garantiu aos deputados do PSD do Distrito de Setúbal que a venda de sete embarcações não irá suprimir carreiras, nem diminuir a frequência das mesmas em horas de ponta, não causando quaisquer transtornos para os utentes.

Em reposta a um documento enviado pelos social-democratas, que se mostraram preocupados com a venda das embarcações e com eventuais constrangimentos que esta medida poderia colocar aos utentes, a empresa assegura a continuidade dos serviços prestados até ao momento.

“Foi-nos também dito que a venda das embarcações foi uma decisão tomada tendo em conta o excesso de navios existentes no grupo face às necessidades do serviço público oferecido”, explica Bruno Vitorino.

O deputado do PSD lamenta que “mais uma vez o PS e PCP venham alarmar a população com informações falsas, dizendo que ia existir uma redução da oferta de transporte e o encerramento de carreiras”.

O social-democrata diz que “o PS e PCP mentiram novamente”, acrescentando que estes são episódios “recorrentes”.

“Mentem quando dizem que o serviço de oncologia do Hospital do Barreiro vai encerrar. Mentem quando dizem que as maternidades dos Hospitais vão fechar. Mentem quando dizem que há ligações fluviais que vão acabar. Mentem só com o objetivo de alarmar a população. Mas este modo de atuação do PCP já é hábito, o que é preocupante é que o PS queira ser igual à esquerda radical”, sublinha.

Os deputados do PSD criticam este “sistemático recurso às falsidades e ao alarme geral”, garantido que tudo têm feito para esclarecer as populações, repondo a verdade.

Partilhe esta notícia