O vereador do PSD na Câmara Municipal do Barreiro, Bruno Vitorino, critica o executivo CDU de impor um “brutal aumento” de impostos aos munícipes em período de crise.

O social-democrata reconhece que elaborar um orçamento municipal, em período de crise, “não é tarefa fácil”, no entanto afirma que “seguiria outro caminho, que apostasse mais no desenvolvimento económico, na captação de empresas e na criação de emprego”. “É por isso que este executivo deveria entender a importância de baixar a carga fiscal municipal sobre os barreirenses, que é demasiado penalizadora. Estes vão pagar mais quase 1 milhão euros de IMI – imposto municipal imóveis do que no ano passado. Vai também aumentar o IUC e a derrama em valores significativos”, explica.

Na opinião de Bruno Vitorino, o aumento da verba das transferências do orçamento de estado de aproximadamente 500 mil euros, bem como a previsível transferência de verba para os transportes colectivos barreiro, relativas a indemnizações compensatórias, “seriam suficientes para baixar os impostos aos munícipes”.

O PSD absteve-se no orçamento para 2015, no valor de 43.895.820€, que foi aprovado com os votos da maioria CDU e que teve o voto contra do PS.

Partilhe esta notícia