Os problemas na travessia fluvial entre o Barreiro e Lisboa continuam sem resolução. Milhares de utentes são afetados por supressões de carreiras e constrangimentos nas horas de ponta.

“Supressão total das carreiras da noite e das primeiras da manhã. Constrangimentos nas horas de ponta. Esta é uma situação que ultrapassa todos os limites”, diz o deputado do PSD do distrito de Setúbal, Bruno Vitorino.

“Os utentes da Soflusa estão sistematicamente a ser prejudicados. Apesar das promessas de investimento e da aquisição de novos navios, continua tudo na mesma. O primeiro-ministro promete tudo e nada faz para resolver os problemas concretos. O Governo devia ter vergonha de andar constantemente a prejudicar todos aqueles que utilizam este transporte”, sublinha.

Desde o dia 10 de maio, que têm existido constrangimentos nesta ligação fluvial, os quais se vão prolongar até esta sexta-feira. Esta informação foi adiantada pela própria empresa, alertando ainda para a irregularidade de horários e de supressão total das carreiras da noite e das primeiras da manhã, para além de constrangimentos em hora de ponta.

“É inadmissível que os prejudicados sejam sempre os mesmos e que o Governo continue a refugiar-se em promessas que não se concretizam. Este é um problema que infelizmente continua sem fim à vista”, aponta o deputado social-democrata.

Bruno Vitorino desafia ainda António Costa a fazer a travessia fluvial nas primeiras carreiras da manhã, a partir do Barreiro. “Seria bastante interessante que o primeiro-ministro, que recentemente despertou para a paixão dos transportes públicos, pudesse ouvir as opiniões de quem é diariamente prejudicado pelos constantes atrasos e supressões de carreiras”.

Partilhe esta notícia