O presidente da Distrital de Setúbal do PSD, Paulo Ribeiro, diz que a situação gerada pelo COVID-19 veio destapar os problemas sociais da região, que o Governo “varreu para debaixo de tapete”.

O dirigente social-democrata esteve, esta manhã, reunido com o Bispo de Setúbal, para fazer uma avaliação dos problemas sociais que atingem o distrito e para apresentar cumprimentos na sequência da eleição dos órgãos distritais do PSD.

“Setúbal é uma região que tem tido, ao logo dos anos, vários problemas sociais associados à falta de emprego, precaridade laboral, famílias carenciadas”, lembra.

Paulo Ribeiro sublinha que nos Governos do PSD, existiu uma preocupação particular com esta situação, procurando apoiar as instituições do distrito para que estas pudessem ajudar de forma efetiva a população mais necessitada. “Nos últimos 5 anos, assistimos a um recuo nas políticas sociais do Governo, especialmente neste distrito. Essas falhas estão agora à vista, pois esta pandemia veio por a nu a dimensão dos problemas sociais na região”, diz Paulo Ribeiro.

O presidente da distrital social-democrata, pede que o Governo trace um plano de apoio especial para as instituições do distrito, para que estas possam ajudar a população que mais precisa.

Paulo Ribeiro enalteceu ainda o papel social que a Igreja tem desempenhado juntos das pessoas, especialmente nas alturas mais críticas, como aquela que hoje em dia atravessamos.

Nesta audiência, a acompanhar o líder distrital, estiveram também presentes, Tiago Sousa Santos, presidente da distrital da JSD de Setúbal, Carlos Vitorino, presidente do Secretariado Distrital de Setúbal dos TSD, Pedro Caria e Colin Marques, vogais da Comissão Política Distrital de Setúbal.

Setúbal, 31 de Julho de 2020.