O deputado do PSD do Distrito de Setúbal, Bruno Vitorino, questionou o ministro do Planeamento e das Infraestruturas sobre a construção da rotunda em Vale do Zebro, concelho do Barreiro, que estava prevista Plano de Proximidade Médio Prazo 2015-2020.

Este plano, realizado pela Estradas de Portugal, no tempo do anterior Governo, previa a construção de uma rotunda em Vale do Zebro, a lançar em 2017, no valor de 100 mil euros, algo que acabou por não acontecer.

Segundo o social-democrata, esta decisão viria ao encontro de uma pretensão antiga, quer da Escola dos Fuzileiros, quer dos milhares de frequentadores da Mata Nacional da Machada.

“A construção de uma rotunda neste local, vem aumentar a segurança quer para os automobilistas quer para os peões, que muitas vezes são crianças, tendo em conta que o acesso ao Sapal do Rio Coina também é feito naquela zona, obrigando a atravessar a Estrada Nacional 10-3, sem passadeiras ou condições de segurança”, destaca Bruno Vitorino.

Com esta obra o acesso à mata e à Escola de Fuzileiros seria mais seguro, contribuindo ainda para a redução da velocidade com que os veículos circulam nesta estrada.

 “Queremos que a construção da rotunda avance, tal como estava previsto pela Estradas de Portugal e pelo anterior Governo”, afirma.

 

Fonte:PSD

Partilhe esta notícia