O presidente do PSD Barreiro, Bruno Vitorino, lamenta que a Câmara Municipal do Barreiro não tenha apresentado nenhuma candidatura ao Programa de Estágios Profissionais na Administração Local (PEPAL), apesar do mesmo ser comparticipado em 92 por cento pelo Estado, através de verbas da União Europeia.

Bruno Vitorino explica que o PEPAL é um programa lançado pelo Governo que dá uma oportunidade de formação em contexto de trabalho para jovens, aliado ao facto das autarquias poderem contar com mais recursos humanos qualificados.

“Não percebemos como é que a Câmara Municipal do Barreiro, à semelhança de outras autarquias comunistas da região, não apresenta uma única candidatura a este programa, tendo em conta que o custo seria praticamente inexistente e que o mesmo iria beneficiar a actividade do próprio município”, sublinha.

O presidente do PSD Barreiro acrescenta que no concelho do Barreiro só a Junta de Freguesia do Alto do Seixalinho, Santo André e Verderena é que concorreu ao PEPAL, tendo sido atribuído um estágio.

Será que a Câmara não concorreu “porque é um programa do Governo, e tudo o que vem do Governo é mau?”, pergunta Bruno Vitorino.

 

Partilhe esta notícia