O líder da bancada do PSD na Assembleia Municipal de Sesimbra, Lobo da Silva, manifestou a sua preocupação face à falta de limpeza nos espaços públicos do concelho, nomeadamente na Quinta do Conde, Charneca da Cotovia e Santiago.

A limpeza dos espaços públicos tem sido uma das reivindicações dos social-democratas, que acusam a autarquia de negligenciar certas zonas do concelho.

“A Câmara Municipal não pode só olhar para determinados locais. Não podem existir cidadãos de primeira nem cidadãos de segunda. A limpeza tem que ser feita em todo o lado, especialmente nas zonas mais habitadas”, realça.

Deste modo, o PSD exige que a Câmara Municipal proceda à limpeza de lotes na Quinta do Conde e na Charneca da Cotovia, bem como à limpeza dos lotes de terreno que foram alvo de cortes de pinheiro bravo.

Em sessão de Assembleia Municipal, Lobo da Silva questionou o executivo sobre qual o montante ou montantes atribuídos à Associação PUCA, uma associação de acolhimento de animais abandonados, e sobre qual o protocolo celebrado entre a autarquia e o Instituto de gestão financeira e equipamentos de justiça referente à construção do novo Tribunal de Sesimbra.

O PSD quis ainda saber se há uma resposta do Ministério da Saúde sobre a utilização a dar ao antigo posto médico da Quinta do Conde.

 

Partilhe esta notícia