O deputado do PSD do distrito de Setúbal, Nuno Matias, defende que é necessário colmatar os mais de 61 mil frequentadores dos Centros de Saúde de Almada e Seixal sem médico de família, sendo para isso necessário a contratação de mais profissionais de saúde.

Na sequência de uma reunião com o director do ACES Almada/Seixal, Nuno Matias, juntamente com o presidente da Secção do PSD de Almada, Miguel Salvado e autarcas social-democratas almadenses, sublinharam a urgência de abrir mais vagas para médicos de família nestes dois concelhos.

“Em Almada e Seixal faltam 39 médicos de família para que toda a população inscrita possa ficar coberta. No entanto, sabemos que é bastante difícil colmatar esta situação nos próximos tempos”, explica Nuno Matias.

O deputado social-democrata adianta, contudo, que em Abril vai ser aberto um novo concurso destinado aos médicos de família, sendo esta uma oportunidade para resolver uma parte dos problemas.

“Já que não é possível chegar, de momento, ao número ideal, há aqui uma janela para que Almada e Seixal possam contar com mais médicos. Esperemos que a Administração Regional de Saúde tenha em conta esta situação”, sublinha.

Nuno Matias afirma que vai pedir uma reunião de urgência ao presidente da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, no sentido de expor esta questão.

Partilhe esta notícia