O Comando Metropolitano da PSP de Lisboa, através da Divisão de Investigação Criminal, com a colaboração do Departamento de Armas e Explosivos da PSP apreendeu um lança-roquetes, quatro armas de fogo, nomeadamente uma carabina calibre.22 e centenas de munições na última quinta-feira, na Margem Sul do Tejo.

Depois de três meses de investigações, a PSP deteve três homens, com idades compreendidas entre os 42 e os 43 anos, por serem suspeitos da prática dos crimes de posse e tráfico de armas de fogo, no âmbito da operação “Oriente”. Em comunicado, a PSP garante que durante a investigação foi “possível recolher indícios de que os detidos detinham na sua posse e procediam a venda de armas de vários tipos, nomeadamente de fogo, brancas, elétricas e aerossóis”.

Nas buscas domiciliárias e a estabelecimentos, foram apreendidos um lança-roquetes; quatro armas de fogo (uma carabina calibre.22, uma espingarda de calibre 9 mm, um revólver de calibre.22 e uma pistola calibre.22); duas armas de ar comprimido (uma de calibre 6,3mm e outra de 4,5); 771 Munições de calibre.22; 23 Cartuchos de calibre 12; um instrumento tipo bastão cujo fim é o de ser exclusivamente utilizado como arma de agressão; duas armas brancas, uma das quais de grandes dimensões, tipo catana; um Aerossol de defesa; três carregadores, uma arma elétrica, Classe A – Taser; uma mira telescópica; 36 reproduções de armas de fogo- Air Soft; seis bastões em borracha; um bastão extensível; duas carteiras profissionais da PSP, uma das quais com crachá; um par de algemas; quatro computadores e 740 euros.

De acordo com a PSP, “um dos suspeitos possui antecedentes criminais pelo cometimento de ilícitos de várias naturezas, entre eles, o de associação criminosa”.

Partilhe esta notícia