“Quinta Braamcamp – Refletir sobre o Território” mote de sessão a 1 de fevereiro

 

“Quinta Braamcamp – Refletir sobre o Território” é o mote da sessão que a Autarquia vai promover, no próximo dia 1 de fevereiro, pelas 21h00, no Auditório da Biblioteca Municipal. Esta iniciativa, aberta a toda a população, tem como objetivo refletir e recolher opiniões junto dos munícipes sobre o futuro daquele território, com reconhecido potencial, que o Município adquiriu recentemente.

 

O debate contará com a presença de responsáveis da ARX – Portugal Arquitectos, empresa que se encontra a coordenar o projeto de desenvolvimento de uma estratégia de intervenção, e da F|C Arquitectura Paisagista, além do Presidente da Câmara Municipal do Barreiro (CMB), Carlos Humberto de Carvalho, do Vereador responsável pelo Planeamento, Ambiente, Mobilidade, Gestão e Regeneração Urbana, Rui Lopo, e do Chefe da Divisão de Gestão e Regeneração Urbana, da CMB, Luís Araújo.

 

Assinatura de Escritura de Aquisição a 19 de dezembro

 

Recorde-se que a Assinatura de Escritura de Aquisição da Quinta Braamcamp, entre o Banco Comercial Português e o Município do Barreiro, teve lugar a 19 de dezembro último.

“A Quinta do Braamcamp é da população do Barreiro”, referiu, na altura, o Presidente da CMB, salientando que aquele espaço será de “lazer e usufruto da população”.

Carlos Humberto de Carvalho salientou que, no âmbito do Plano Estratégico de Desenvolvimento Urbano (PEDU), que integra o Plano de Ação de Regeneração Urbana (PARU), foi apresentada candidatura para a reabilitação do Moinho de Maré e a requalificação do espaço público e dos espaços verdes da área da Quinta. E, ainda, que a requalificação da Quinta do Braamcamp está integrada num projeto mais alargado de requalificação da zona ribeirinha desde o Clube Naval até à Estação Sul e Sueste.

A Autarquia adquiriu a Quinta do Braamcamp por dois milhões e novecentos mil euros.

 

Partilhe esta notícia