Realiza-se hoje no centro Histórico de Palmela a tradicional Queima do Judas, numa organização da Câmara Municipal de Palmela com associações do concelho, no âmbito do Programa Municipal de Teatro. O desfile pelas ruas da vila tem início às 21h30, no Largo dos Loureiros, conduzindo os participantes através de várias estações, ao som dos tambores. A cada paragem, as associações locais fazem a dramatização do seu testamento, texto de tom satírico, que aborda temas da atualidade e dita o destino do Judas – boneco de palha, com recheio pirotécnico, que, assim, expia, simbolicamente, os pecados do mundo. O percurso termina no Largo de S. João, com animação musical e um espetáculo de fogo-de-artifício.

O Vereador Luís Miguel Calha, responsável pela área da Cultura, sublinha o papel da Queima do Judas enquanto «fator de identidade cultural e memória da comunidade de Palmela», recordando que «a cultura, a história, as tradições e costumes são, cada vez mais, reconhecidos, enquanto valores fundamentais de atratividade turística do nosso território, pelo que a Câmara Municipal vai continuar a preservar e a fortalecer estas exemplares iniciativas».  O aumento do número de grupos participantes na edição deste ano – treze grupos com boneco para a Queima e dois grupos no apoio e animação – é, nas suas palavras, «a expressão de uma população participativa e de um tecido associativo muito dinâmico», pelo que deixa o convite para uma visita ao Centro Histórico de Palmela, partilhando desta noite especial.

A Queima do Judas foi recuperada em 1995 pelo Município e deriva de um ritual de origens pagãs, ligado à celebração do equinócio da primavera e ao início de um novo ciclo de vida.

Percurso:

Largo dos Loureiros;

Praça Duque de Palmela;

Largo D. Afonso Henriques;

Largo D. João;

Rua Heliodoro Salgado (junto ao Parque Venâncio Ribeiro da Costa);

Cruzamento da Rua 31 de Janeiro com a Rua Hermenegildo Capelo;

Cruzamento da Rua do Passadiço com a Rua Hermenegildo Capelo;

Largo Marquês de Pombal;

Largo do Passo da Formiga;

Largo de S. João.

 

 

Participantes:

Sociedade Filarmónica Palmelense “Loureiros”

Grupo das Férias Culturais

AEP Escoteiros – Grupo 40, Palmela

Acção Teatral Artimanha

DRACA

Centro Social de Palmela

Teatro Sem Dono

Sociedade Columbófila de Palmela

Teatro Estranhamente Louco e Absurdo

Grupo de Teatro dos Serviços Sociais e Culturais dos Trabalhadores do Município de Palmela

Grupo Informal INdiferentes

Grupo de Teatro Guizo

Sociedade Filarmónica Humanitária

Grupo Coral Ausentes do Alentejo

Bardoada – Grupo do Sarrafo

Câmara Municipal de Palmela

Fonte: CMP

Partilhe esta notícia