Dia 18 de abril, as Ruínas Romanas de Tróia voltam a associar-se ao Dia Internacional dos Monumentos e Sítios instituído pelo ICOMOS (Conselho Internacional dos Monumentos e Sítios) com um Dia Aberto em que todos poderão conhecer, de forma gratuita, aquele que é considerado o maior complexo de produção de salgas de peixe conhecido no Mundo Romano.

Este ano, com o tema “Monumentos e Sítios: Conhecer, Explorar, Partilhar”, as Ruínas convidam a visitar a Basílica Paleocristã de Tróia, considerada uma das mais antigas da Península Ibérica e das que apresentam melhor estado de conservação.

Neste sentido, no dia 18 de abril, entre as 16h00 e as 17h30, vão realizar-se visitas guiadas à Basílica, para dar a conhecer a riqueza das pinturas romanas que revestem as suas paredes. Datadas do final do século IV e início do século V, destacam-se aqui os padrões geométricos – como octógonos, círculos, losangos -, os marmoreados e alguns motivos figurativos como aves, rosas ou o cântaro, muito comum em toda a temática paleocristã.

O programa do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios incluirá ainda a Apresentação “A Pintura Mural da Basílica de Tróia”, às 15h00, na Clubhouse do TROIA GOLF Championship Course, que contará com a participação de representantes da Universidade Nova de Lisboa e da empresa Mural da História, entidade responsável pelos trabalhos de restauro das pinturas.

O evento pretende ainda reconhecer o contributo da Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra (APSS) – que, desde 2014, apoia os trabalhos de conservação e restauro na Basílica – e da Fundação Buehler-Brockhaus – que dará o seu apoio em 2015 – para a valorização do património histórico das Ruínas Romanas de Tróia.

 

Sessão no TROIA GOLF e visitas à Basílica sujeitas a inscrição através de:

Tel.: 265 499 400 | Telm.: 939 031 936 | E-mail: arqueologia@troiaresort.pt

Partilhe esta notícia