upGDESSA Barreiro – Foi uma luta de Sansão e Golias num jogo de basquetebol feminino. Por um lado o GDESSA, formado essencialmente por jogadoras muito jovens e curto orçamento, por outro, o poderoso CAB com três jogadoras americanas, uma delas com passagem pela WNBA.

E aconteceu o que menos se esperava, a equipa do Barreiro com muita atitude e emoção ganha a Taça da Federação.

Veja aqui a reportagem: http://www.distritonline.pt/com-muita-emocao-e-entusiamo-gdessa-barreiro-vence-a-taca-da-federacao/

 

 

Novo pavilhão multiusos do Santuário do Cristo ReiA diocese de Setúbal ganha um novo equipamento com a lotação de 750 lugares sentados. A inauguração está marcada para o próximo dia 6 de Março, pelas 15 horas, quando for realizada a segunda catequese quaresmal pelo Bispo da Diocese, D. José Ornelas.

O Padre Sezinando Alberto, reitor do Santuário, convida toda a comunidade a estar presente.

 

 

 

downAeroporto já não vem para o Montijo? – Uma infraestrutura desta envergadura no distrito poderá ser fundamental para o crescimento da nossa região. E tudo parecia ir nesse sentido até que …. o montijense Ministro Pedro Marques em entrevista à SIC, admitiu que poderão existir outras alternativas e que a escolha do Montijo ainda não é definitiva.

Mais sobre este assunto em: http://relances.blogspot.pt/2015/10/obras-no-aeroporto-do-montijo-arrancam.html

 

 

Coral Luísa Todi – Sou um grande apreciador de coros. Além de já ter participado num, associo a estes grupos sempre boa música e alegria. Contrariando este meu pensamento, no coro Luísa Todi em Setúbal existem acusações graves da mestrina e coralistas de saneamento. Pelo que li na imprensa, tudo isto em consequência de eleições para a direcção da associação decorridas em Janeiro. Não sei quem tem razão, mas quando pessoas adultas se esquecem do que é importante neste tipo de associações e vem para a praça pública fazer figuras tristes, é uma situação para lamentar.

 
Frase para reflectir: “O respeito é sempre baseado na admiração, excepto quando é inspirado pelo medo.”

José Luis Peixoto

Partilhe esta notícia