up

 

Bispo de Setúbal

Acompanho, com todo o interesse e atenção, a acção pastoral do nosso querido Bispo de Setúbal, D. José Ornelas.

Mais uma vez, em declarações recentes, foi claro e directo, evocando a Igreja de celebrações «ritualmente perfeitas» mas onde falta atenção à fome e abandono.Disse ainda que os cristãos têm que ter como principal prioridade o apoio e combate à pobreza: “Não é uma receita rápida, nem uma aplicação simples para telemóvel. Tem a ver com o coração, com a atitude de vida, a começar pelo modo de olhar e terminando na conjugação do verbo amar”.

 

 

 

                                                     Sesimbra

upPara turismo de grande qualidade não precisamos de ir para o estrangeiro. Sesimbra é um bom exemplo!

Os dados relativos ao turismo neste concelho continuam a ser muito animadores. Depois de um primeiro trimestre em que os resultados demonstraram um crescimento de 25 por cento das dormidas em unidades hoteleiras, considera-se uma subida relevantepor se dar fora da época balnear. Os números relativos ao primeiro semestre apontam para uma subida de 18 por cento, em comparação com igual período de 2015, segundo a Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa.

Quanto aos turistas estrangeiros, os principais mercados continuam a ser a Alemanha, Espanha, França, Reino Unido e Suécia. Em termos percentuais, em relação ao primeiro semestre de 2015, os turistas provenientes do Reino Unido cresceram 50 porcento, e os suecos 47 porcento, seguidos da Espanha, com 31, França com 26, e Alemanha com 7 por cento.

 

 

 

down

Poderzinho

A um ano das eleições autárquicas é curioso assistir às movimentações dentro dos partidos para a escolha dos eleitos. Os ditos candidatos autarcas, alguns deles até já o são, apenas querem renovar o seu poderzinho, começam a movimentar-se, tornando-se em autênticos caciques para a escolha dos melhores lugares para si e seus apaniguados.

Para ter o seu protagonismo (de quatro em quatro anos) e ter um bom ordenado sem se chatear muito, vale de tudo: trair amigos, mentir e pagar cotas para as eleições internas, já é algo visto como natural.

 

 

 

 

Para reflectir:

“Porque a raiz de todos os males é o amor ao dinheiro. Acossados pela cobiça, alguns se desviaram da fé e se enredaram em muitas aflições.” (I Timóteo 6, 10)

“O dinheiro adoece a fé e leva à vaidade e soberba “ (Papa Francisco)

 

Cláudio Anaia

www.relances.blogspot.com

 

 

Partilhe esta notícia