A “São Silvestre do Sado IPS” é a última prova desportiva que se realiza em Setúbal, assinalando assim o encerramento do programa “Setúbal – Cidade Europeia do Desporto 2016”. A prova que tem lugar no dia 17 de dezembro, pelas 18h00, é organizada pelo Instituto Politécnico de Setúbal (IPS), pela União Cultural Recreativa e Desportiva Praiense e pela Junta de Freguesia do Sado, contando com o apoio da Câmara Municipal de Setúbal.

Um percurso de 10 quilómetros com partida e chegada em frente à sede da União Cultural Recreativa e Desportiva Praiense, é o desafio da corrida apresentada ontem, dia 13 de dezembro, em conferência de imprensa.

O Presidente do IPS, Prof. Doutor Pedro Dominguinhos, sublinhou a pertinência da prova no âmbito do programa “Setúbal – Cidade Europeia do Desporto 2016”, pois este “será o último evento desportivo antes da transmissão do testemunho a Gondomar”, salientando ainda que com esta corrida “estamos a promover que mais pessoas pratiquem desporto”. Desta forma, o IPS pretende continuar a apoiar a iniciativa e incentivar “a participação de docentes na área do desporto e da saúde, para aumentar a qualidade da participação dos atletas”, indicou o Prof. Doutor Pedro Dominguinhos, que definiu também a ligação do IPS a esta iniciativa “como uma forma de interligação e de maior comunhão com a comunidade”.

Para este ano “a grande novidade é que vamos ter cronometragem eletrónica com dorsais personalizados com o nome dos atletas”, revela o Vice-presidente da União Cultural Recreativa e Desportiva Praiense, Jorge Santana, sendo que “já estão inscritas 28 equipas dos distritos de Setúbal, Lisboa, Santarém e Évora” e no total “já temos cerca de 450 inscritos”.

Manuel Véstias, Presidente da Junta de Freguesia do Sado, destacou o envolvimento das várias entidades para a promoção do sucesso deste projeto, afirmando “que esta edição de 2016 é efetivamente resultado do nosso trabalho, numa vertente de equipa, para que a prova seja bem disputada e seja um bom momento de convívio”. O Presidente da Junta de Freguesia do Sado deu também a conhecer alguns dos trabalhos realizados ao nível da iluminação e da melhoria do asfalto para que “os atletas e as organizações que nos vêm visitar neste dia tenham uma prova interessante e para que a São Silvestre tenha ainda mais brilho e fique na memória dos participantes”.

De acordo com o Vereador da Cultura, Educação, Desporto, Juventude e Inclusão Social da Câmara Municipal de Setúbal, Dr. Pedro Pina, “sentimo-nos muito orgulhosos que seja esta a prova que encerra o calendário da Cidade Europeia do Desporto”, pois “as São Silvestres são sempre provas simbólicas e esta São Silvestre é particularmente especial, primeiro porque é organizada por uma coletividade do nosso concelho, porque se realiza numa das freguesias que tem também no desporto a preocupação para a participação dos munícipes e depois porque tem esta conjugação interessante com aquela que é a nossa instituição de ensino superior, o Instituto Politécnico de Setúbal”. O Dr. Pedro Pina revelou ainda que as expetativas são elevadas, pois “convidámos a Rosa Mota para correr a São Silvestre do Sado e o convite foi aceite, o que nos honra muito”, referindo que espera “que esta prova seja uma grande festa do desporto numa das grandes freguesias da nossa cidade”.

Para além da corrida, decorre também uma caminhada de 5,5 quilómetros e a procissão em honra de São Silvestre, terminando a iniciativa com um momento de convívio entre todos os participantes, com a oferta de uma ceia reconfortante.

Os participantes, individualmente ou em equipa, e os membros da comunidade académica do IPS (docentes, não docentes, estudantes e diplomados) devem inscrever-se até dia 15 de dezembro. Os três primeiros participantes masculinos/femininos da Comunidade IPS vão receber troféus.

Mais informações e Inscrições em www.saosilvestresado.esce.ips.pt

Partilhe esta notícia