As capacidades operacionais da Companhia de Bombeiros Sapadores de Setúbal foram reforçadas com um conjunto de novos equipamentos, adquiridos no âmbito de uma candidatura da autarquia a fundos comunitários, incluindo veículos, contentores logísticos e material de intervenção diverso.

Uma viatura plataforma de grandes dimensões, com um alcance máximo, em altura, de 43 metros, é a nova estrela da companhia de sapadores, adquirida no âmbito do “Resiliência Setúbal +”. O veículo, de acordo com Paulo Lamego, comandante da Companhia de Bombeiros Sapadores de Setúbal (CBSS) “permite uma maior abrangência de intervenção em vários teatros de operação, sobretudo em salvamento e também no combate a incêndios”.

A viatura permite ainda “alcançar locais de difícil acesso, como são exemplo algumas áreas no centro histórico” e, através da cesta instalada no topo da plataforma, “colocar, rapidamente, operacionais e material em locais a grandes alturas, assim como efetuar resgates mais céleres.

Para além da viatura, já chegaram aos Sapadores de Setúbal três contentores logísticos, um deles dotado de um conjunto de modernos materiais para salvamento e resgate de vítimas em edifícios, estruturais colapsadas e espaços confinados.

Os equipamentos foram adquiridos no âmbito da candidatura “Setúbal Resiliência +”, que materializa um investimento global de mais de 2 milhões de euros. Até ao final do ano, irá ainda chegar à companhia setubalense mais um conjunto de equipamentos, nomeadamente um veículo de socorro e assistência especial, direcionado para acidentes rodoviários, com material de corte, uma grua para elevar grandes cargas e um veículo de combate a incêndios, especialmente vocacionado para ocorrências na área industrial.

“Todos estes equipamentos tornam a companhia mais eficaz, com atuações mais especializadas que abrangem cenários urbanos, florestais, industriais e ainda o porto”, destacou Paulo Lamego, adiantando que este apetrechamento operacional motiva “um trabalho extra na elaboração de procedimentos”.

O “Resiliência Setúbal +” é promovido no âmbito do QREN – Quadro de Referência Estratégico Nacional e enquadrado no regulamento de Prevenção e Gestão de Riscos do Programa Operacional Temático Valorização do Território – Eixo III “Equipamento operacional de proteção civil e veículos para operações de socorro de proteção civil”.