Sara Machado Gomes é a única candidata a presidente da Concelhia de Almada do CDS-PP.

Empresária de profissão, Sara Machado Gomes, 29 anos, frequentou o curso de Medicina Dentária no Instituto Superior de Ciências da Saúde Egas Moniz, Monte da Caparica, e candidata-se em lista única – Lista A –, a presidente da direção da concelhia de Almada do CDS-PP, cujo ato eleitoral decorrerá no próximo sábado, dia 14 de janeiro.

 

Sara Machado Gomes foi, até agora, Vogal da estrutura concelhia do partido, tendo sido, nas últimas eleições autárquicas, candidata número 2 à Câmara Municipal de Almada nas listas do CDS-PP. É também Conselheira Nacional eleita na lista apoiada por Assunção Cristas e encabeçada por Telmo Correia, no último Congresso do partido.

 

Sara Machado Gomes apresenta-se aos militantes da cidade do Cristo-Rei com a convicção de que dará continuidade ao crescimento do partido no concelho, ao mesmo tempo que pretende implementar e aprofundar cada vez mais as ideias e propostas do CDS-PP na comunidade local, para que as mesmas possam chegar às pessoas, a fim de que estas ganhem mais confiança no partido e o encarem como uma alternativa credível e natural.

 

A candidata única defende que é fundamental que os políticos, em Almada, saibam ouvir as pessoas e tomem as suas decisões tendo sempre como finalidade a melhoria das condições de vida da população, devendo colocar os interesses político-partidários em segundo plano e decidir consoante as necessidades dos almadenses.

 

A nova estrutura concelhia do CDS-PP pretende, uma vez eleita, dar continuidade ao trabalho que o partido tem vindo a fazer em Almada, nomeadamente demonstrar junto dos munícipes que o partido tem as melhores propostas para colmatar a falta de organização e de manutenção do espaço público, a falta de investimento e de um plano de criação de emprego e dinamização da economia local, e a questão da insegurança, nomeadamente a algumas horas do dia.

 

A necessidade de um verdadeiro plano que faça crescer o turismo, aproveitando os recursos que o concelho tem, a necessidade de um maior apoio aos mais idosos e às famílias mais necessitadas e carenciadas, a revitalização do parque habitacional e zonas históricas do concelho, a limpeza e falta de higiene pública nas ruas do concelho, e a criação de uma verdadeira política de juventude local são, entre outras, razões de sobra para esta candidatura.

 

Para Sara Machado Gomes, apesar do trabalho contínuo e empenhado junto das pessoas e para as pessoas, o grande desafio do seu mandato será as eleições autárquicas deste ano, eleições essas em que o CDS-PP em Almada está muito confiante e esperançoso, tendo em conta o reconhecimento dos almadenses no que respeita às suas propostas.

 

Os transportes, assim como a necessidade de colocar as pessoas a decidir os destinos de Almada de uma forma mais prática, como é o caso do possibilidade que estas têm através do Orçamento Participativo, são questões a ter em conta nesta nova liderança.

 

Nos 40 anos de implantação do partido em Almada, Sara Machado Gomes será a primeira mulher a assumir a liderança da concelhia do CDS-PP.

 

Partilhe esta notícia