Em 2015, a situação económico-financeira da autarquia regista uma evolução muito positiva dos principais indicadores, com um resultado líquido no montante de 15.244.364,67€, o que configura, pelo 6.º ano consecutivo, exercícios onde os proveitos superam os custos, demonstrando uma consolidação crescente da situação económica e financeira da Câmara Municipal do Seixal, registando ainda uma diminuição de 9,7M€ de dívida, significando menos 10,8% em relação à existente em 2014. Situação que vai permitir avançar com um conjunto importante de investimentos prioritários, que serão uma mais-valia importante para a população.

 

São disso exemplo o início das obras em 2016 da EB1/JI de Santa Marta do Pinhal, do Núcleo de Náutica de Recreio de Amora, bem como a obra de execução da Praça Central da Torre da Marinha (imagem em anexo) ou os desenvolvimentos dos processos de concurso do Centro Distribuidor de Água de Fernão Ferro e da Piscina Municipal da Aldeia de Paio Pires.

Naturalmente, a apresentação do Relatório e Contas de 2015 está condicionada pela situação socioeconómica do País e pelas políticas resultantes do designado memorando de entendimento, que mais não é do que um verdadeiro atentado à soberania e aos interesses nacionais.

 

Mesmo num quadro difícil e complexo, o Presidente da Câmara Municipal do Seixal, Joaquim Santos, referiu que o Município do Seixal “conseguiu materializar os compromissos assumidos com a população, merecendo especial destaque a reforçada aposta na qualificação do serviço público prestado às populações, nomeadamente o investimento na higiene urbana, águas e saneamento, na educação, na mobilidade e trânsito, na reabilitação urbana, no desporto, cultura e área social entre outras áreas”, afirmando também “que uma grande parte destas intervenções foram realizadas com recurso à administração direta, demonstrando uma vez mais a enorme capacidade dos trabalhadores da Administração Pública Local, ainda que, fruto da ingerência do Poder Central na autonomia do Poder Local, tenham visto sair em 2015 mais 23 trabalhadores, principalmente na área operacional, o que tem trazido ano após ano dificuldades acrescidas para a realização do serviço público de qualidade que prestamos à população. Dificuldades somente superadas pelo grande esforço, entrega, dedicação e abnegação dos trabalhadores da Câmara Municipal do Seixal, que desde já reconhecemos e enaltecemos”.

Partilhe esta notícia