Seixal lamenta que autarquia do Barreiro tenha inviabilizado a construção da ponte pedonal que ligaria os dois concelhos

A Câmara Municipal do Seixal lamenta que o executivo da Câmara Municipal do Barreiro tenha decidido inviabilizar a construção da ponte pedonal que ligaria os dois concelhos. Segundo notícias hoje publicadas, a Câmara Municipal do Barreiro vai adiar o projeto da ponte pedonal com ligação ao Seixal e aproveitar os fundos comunitários atribuídos ao projeto para a criação de uma rede ciclável.

O presidente da Câmara Municipal do Seixal, Joaquim Santos, referiu a este propósito que “é de lamentar que esta tenha sido a decisão do Barreiro, que vai assim inviabilizar que as duas populações possam voltar a estar próximas. Trata-se de um projeto que contava com o financiamento de 2 milhões de euros de fundos comunitários pelo que é realmente uma pena que se venha a perder esta oportunidade. Quem fica a perder são os munícipes dos dois concelhos que não poderão assim contar com esta ligação. Da nossa parte sempre estivemos disponíveis  para avançar com o projeto, mesmo o valor do investimento sendo superior ao inicialmente previsto, tendo em conta que considerarmos tratar-se de um projeto muito útil para as populações e que fica agora comprometido”.

Importa lembrar que a ponte pedonal e ciclável Seixal-Barreiro representa um investimento total na ordem dos 6 milhões de euros, tendo em conta que a imposição da Administração do Porto de Lisboa exigiu que a parte móvel da ponte tenha mais 20 metros, levando ao aumento de cerca de mais 1 milhão de euros para cada autarquia no custo da mesma. A Câmara Municipal do Seixal tem estado totalmente disponível para resolver e ultrapassar qualquer constrangimento nesta matéria, tendo em conta que se trata de uma infraestrutura de extrema importância na mobilidade do concelho e na continuidade da faixa ciclável que se está a construir no concelho e que liga as zonas ribeirinhas do Seixal, Arrentela e Amora.  Esta infraestrutura facilitaria a mobilidade dos munícipes, tendo em conta que os dois concelhos estão a cerca de 800 metros de distância em linha reta, contudo, sem esta ponte, essa distância aumenta para 13 quilómetros.

Fonte:CMSeixal

Partilhe esta notícia