Os acidentes nas estradas portuguesas provocaram nos primeiros sete meses do ano, de acordo com dados da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária, 254 mortos, menos 17 do que em igual período do ano passado.

Segundo a ANSR, os distritos com mais vítimas mortais, cujo óbito ocorreu no local do acidente ou a caminho do hospital, são Lisboa e o Porto, onde se registaram 27 em cada um, seguidos de Coimbra (21) e Setúbal (20).

No sentido inverso, os distritos com menos mortos são a Guarda (cinco), Portalegre (seis) e Beja (sete).

Até ao dia 31 de julho, foram registados 65.291 acidentes rodoviários, dos quais resultaram, de acordo com a Segurança Rodoviária, 1117 feridos graves, mais 68 do que os verificados até 31 de julho de 2013, e 19.150 feridos ligeiros.

 

 

 

Partilhe esta notícia