A Guarda Nacional Republicana [GNR] vigiou entre o dia 1 de junho e o dia 27 de agosto, no âmbito da operação “Verão Seguro – Chave Direta”, que termina no dia 15 de setembro, 1130 residências de pessoas que se ausentaram para férias. Dos 1130 pedidos de adesão, 170 foram requeridos no distrito de Setúbal.

A operação “visa assegurar, de forma direcionada e mais eficaz, a segurança das residências de todos os cidadãos que desejarem aderir a este programa, durante os meses de verão, através de um patrulhamento mais intensivo”, explicou a GNR, em comunicado.

O número de pedidos por distrito é o seguinte: Porto (184); Setúbal (170); Lisboa (109); Braga (99); Leiria (94); Coimbra (92), Santarém (86), Aveiro (51), Viseu e Évora (43 cada distrito), Portalegre (40), Guarda (35), Castelo Branco (33), Vila Real (15), Viana do Castelo (14), Beja e Faro (oito cada) e Bragança (seis).

Dos 1130 pedidos de adesão, 1012 foram solicitados presencialmente e 118 através da internet. De acordo com o comunicado, “das 1130 residências abrangidas pelo programa, apenas duas foram alvo de tentativa de furto e uma de tentativa de dano”.

Recorde-se que, o programa de vigilância gratuito começou a ser feito pela GNR e pela PSP em 2008, na sequência de uma iniciativa do Ministério da Administração Interna no âmbito do programa Simplex.

Partilhe esta notícia