Setúbal foi avaliado como um dos municípios mais apelativos do país para viver, visitar e investir, ao ascender ao Top 10 do Portugal City Brand Ranking 2017, estudo independente que avalia a atratividade dos concelhos com base em dados factuais.

 

Nesta quarta edição do estudo, Setúbal consolidou o crescimento global registado nos últimos anos, depois de ter ocupado a 13.ª posição do ranking nacional nas edições de 2014 e 2015 e a 11.ª, na de 2016, ascendendo agora ao 10.º lugar.

 

O Portugal City Brand Ranking, estudo realizado pela Bloom Consulting, empresa especializada em estratégias de branding de países, regiões e cidades, divulga também classificações de atratividade à escala regional, com Setúbal a consolidar a 5.ª posição na tabela referente à região de Lisboa, tabela, essa, liderada pela capital do país e constituída por 18 municípios.

 

O estudo desenvolvido pela Bloom Consulting escrutina a performance de marca de cada um dos 308 municípios portugueses em áreas relacionadas com turismo, investimento e qualidade de vida, com os resultados a serem apurados a partir de uma análise baseada em dados quantitativos estatísticos e digitais.

 

A empresa de consultoria aplica métodos e ferramentas de investigação que permitem medir e quantificar claramente, de forma tangível, a atratividade dos municípios perante os respetivos públicos-alvo.

 

Em vez de recorrer a níveis de perceção ou índices de felicidade e inquéritos de opinião públicos, a Bloom Consulting realiza uma recolha e análise exaustivas de dados estatísticos sobre as prestações económicas, turísticas e sociais de cada concelho.

 

Por acréscimo, analisa as pesquisas online feitas pelos cibernautas sobre cada concelho, bem como a performance das respetivas páginas oficiais de internet e redes sociais dos municípios.

 

Dentro de uma das três grandes categorias analisadas no estudo, Setúbal subiu dois lugares face a 2016 no que toca a “Negócios”, ocupando agora a 13.ª posição do ranking nacional em relação à atratividade de captação de investimento.

 

Na categoria “Visitar”, correspondente à atratividade turística, Setúbal desceu duas posições em relação à última edição do estudo, ocupando agora a 16.ª posição enquanto na categoria designada “Viver”, referente à atratividade da qualidade de vida, o concelho sadino caiu apenas um lugar face ao resultado obtido na edição anterior do estudo e encontra-se no 14.º posto.

 

Lisboa, de resto, é o concelho que lidera os rankings gerais regional e nacional, posição que mantém desde a primeira edição do estudo, realizada em 2014.

Partilhe esta notícia