Uma mostra de expressões artísticas do movimento e da dança realiza-se na sexta-feira e no sábado à noite, iniciativa cultural dinamizada no âmbito do programa Verão na Baixa, em vários espaços daquela zona do centro histórico de Setúbal.

O “Setúbal Dança”, uma organização conjunta da Sociedade Musical Capricho Setubalense e da Câmara Municipal de Setúbal, propõe um conjunto de espetáculos, todos de participação gratuita, com música, dança, bailes e aulas abertas de dança conduzidas por professores.

O programa de animação proposto no “Setúbal Dança”, com exibições em quatro dos mais emblemáticos espaços da Baixa – Praça de Bocage e largos da Misericórdia e da Ribeira Velha, e a secular Capricho Setubalense – convida o público a visitar o centro histórico em duas noites distintas.

Na sexta-feira, o “Setúbal Dança” começa às 20h00, no Largo da Ribeira Velha, com uma aula aberta de salsa dinamizada pelos professores Lilian Rivera e João Santos, que convida o público a experimentar e a descobrir este ritmo latino com origem nos anos 40 em Cuba.

Mais tarde, às 22h00, na Praça de Bocage, há um espetáculo de música celta e um baile pela formação aguedense Trio Espiral. À mesma hora, na Capricho Setubalense, decorre a performance “Teasy Girls”, de caráter mais intimista, pelo Burlesco Show.

A noite de sexta-feira culmina com um baile de danças do mundo, às 23h00, no Largo da Misericórdia, com A Batalha do Modesto Camelo Amarelo e Leónia Oliveira.

No sábado, o programa do “Dança Setúbal” começa às 20h00, no Largo da Ribeira Velha, com uma aula aberta de kizomba conduzida por Chindo Ramalho.

A animação continua às 22h00, com a iniciativa “Dançar ao Luar”, uma exibição de zumba a realizar na Praça de Bocage. Em simultâneo, na Capricho Setubalense, o projeto Deaidance apresenta “Mu No Michi”.

O espetáculo “LusoTango”, uma exibição de tango argentino com orquestra e bailarinos, às 23h00, no Largo da Misericórdia, encerra o programa do “Dança Setúbal”.

A iniciativa “Dança Setúbal”, do programa Verão na Baixa, é dinamizada com o objetivo de estimular a revitalização e fruição do centro histórico setubalense e, em simultâneo, apoiar e estimular o comércio local.

Partilhe esta notícia