“Dê troco a quem precisa” nas farmácias aderentes do distrito de Setúbal até ao dia 28 de maio

Decorre até 28 de maio a quarta campanha “Dê Troco a Quem Precisa” promovida pelo Programa Abem: Rede Solidária do Medicamento, que convida os portugueses a acertar o troco das compras para ajudar os mais carenciados a aceder à medicação prescrita.

«Há portugueses que não conseguem pagar os medicamentos de que necessitam. O que estamos aqui a pedir é que, durante esta semana, os utentes das farmácias se lembrem dessas pessoas e doem o troco das suas compras», disse Maria de Belém Roseira, a propósito desta iniciativa que na última edição angariou fundos que permitiram ajudar mais de 474 pessoas. 

A campanha Dê Troco a Quem Precisa está ativa em mais de 600 farmácias em todo o país e ilhas e conforme frisou a embaixadora do Abem, os donativos recolhidos serão integralmente aplicados na compra de medicamentos dos beneficiários do programa solidário. «Tudo o que as pessoas derem vai para o Fundo Solidário – autónomo, auditado e auditável. As contas são públicas e acessíveis através do nosso site, pelo que podemos todos ter a confiança e a segurança de que cada cêntimo doado será, única e exclusivamente, para pagar os medicamentos de quem, infelizmente, não o pode fazer»

Cerca de um em cada dez portugueses não tem hoje acesso aos medicamentos de que precisa. «O Abem presta hoje apoio a mais de nove mil beneficiários, mas estamos muito longe de cobrir as necessidades do país. Por isso apelamos à generosidades das pessoas. Contribuir para uma sociedade mais equilibrada e feliz não é responsabilidade dos outros, é de cada um de nós».

Sobre a Associação Dignitude: 

A Associação Dignitude nasceu no dia 4 de novembro de 2015, em Coimbra, onde está sedeada. É uma instituição particular de solidariedade social que tem por missão o desenvolvimento de programas solidários de grande impacto social, que promovam a qualidade de vida e o bem-estar dos portugueses. O abem: Rede Solidária do Medicamento é o primeiro Programa promovido pela Associação Dignitude.

São Associados Promotores a Cáritas Portuguesa, a Plataforma Saúde em Diálogo, a Associação Portuguesa de Indústria Farmacêutica e a Associação Nacional das Farmácias. Através de protocolos institucionais, juntaram-se ao projeto a Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade, a União das Misericórdias Portuguesas, a Associação de Farmácias de Portugal e a Associação Nacional de Municípios Portugueses.

São Embaixadores Dignitude: António Ramalho Eanes; Francisco Carvalho Guerra; João Gonçalves da Silveira; João Cordeiro; Maria de Belém Roseira.

Sobre o Programa abem:

O Programa abem: Rede Solidária do Medicamento é um projeto inovador, lançado pela Associação Dignitude. Tem como objetivo permitir o acesso, de forma digna, aos medicamentos prescritos a quem não tem capacidade financeira para os adquirir, cobrindo, no receituário, o valor não comparticipado pelo Estado.

abem: assenta numa rede de parcerias que assegura o circuito solidário do medicamento. Qualquer pessoa em situação de carência pode ser referenciada ao programa pelas entidades locais, que vão desde juntas de freguesia e câmaras municipais, a IPSS e outras instituições da área social. Depois de referenciado, o beneficiário tem acesso ao Cartão abem:, bastando apresentá-lo numa farmácia abem: para poder adquirir os medicamentos comparticipados que lhe forem receitados. A despesa realizada é coberta pelo Fundo Solidário, 100% dedicado à co-comparticipação de medicamentos dentro do Programa, alimentado por uma campanha permanente de fundraising.

A avaliação de Impacto formal do projeto, segundo a metodologia SROI – Social Return on Investment – revela que o programa gerou nos dois primeiros anos um retorno social de 6,9 milhões de euros, mostrando que cada 1 euro investido teve um impacto social valorizado em 7,8 euros.

Partilhe esta notícia