Com mais de 2,5 milhões de telespectadores nas transmissões televisivas, 7300 espectadores no local e uma logística de grande escala, a “final four” da Taça de Portugal de Futsal masculino e feminino, disputada nos dias 1, 2 e 3 de maio no Pavilhão Multiusos, fica na história das realizações desportivas em Sines.

“Foi o evento desportivo de maior projeção que se realizou em Sines nas últimas décadas. O impacto que teve na região foi enorme, quer em termos desportivos, com a divulgação da modalidade, quer em termos económicos, na hotelaria e restauração de Sines, mas também do concelho de Santiago do Cacém. O meu agradecimento aos trabalhadores da autarquia, que foram incansáveis”, disse o presidente da Câmara Municipal de Sines, Nuno Mascarenhas, no balanço da competição.

A resposta dos serviços municipais, com mais de 70 trabalhadores no apoio à realização do evento, e as condições criadas no Pavilhão Multiusos foram fatores determinantes para o sucesso da prova, como reconheceu a Federação Portuguesa de Futebol (FPF), entidade organizadora.

Num texto publicado no jornal A Bola, o vice-presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Hermínio Loureiro, deixou “uma palavra para a autarquia de Sines, que montou uma equipa que trabalhou diretamente com a FPF de forma exemplar” e agradeceu ao presidente da Câmara e ao vereador do Desporto, José Arsénio, por terem sido “inexcedíveis para que nada falhasse em termos organizativos”.

Eduardo Cruz, gestor de eventos da Federação Portuguesa de Futebol, que coordenou a realização da prova no terreno, agradeceu o “entusiasmo, dedicação, horas de trabalho e preocupação com o detalhe” da equipa da Câmara Municipal de Sines que participou na organização.

Além do apoio da autarquia na preparação e realização da “final four” em si, também foi fundamental o esforço desenvolvido o longo dos últimos meses para completar infraestruturas essenciais do Pavilhão Multiusos que estavam por concluir.

“Neste momento, podemos dizer que em termos técnicos estamos capacitados para realizar qualquer tipo de eventos neste pavilhão. Foram testados todos os circuitos, todos os equipamentos, e não houve qualquer falha”, sublinhou o presidente da Câmara.

“Foi muito importante para nós poder demonstrar que é possível realizar um evento desta envergadura em Sines e no Alentejo Litoral. A Federação Portuguesa de Futebol, como outras federações nacionais, podem estar cientes de que Sines tem capacidade para receber qualquer tipo de evento após a realização desta «final four» de futsal”, rematou o autarca.

Partilhe esta notícia