A taxa de desemprego no distrito de Setúbal desceu 0,3 pontos percentuais em dezembro do ano transato, situando-se nos 16,2%, o que significa que 59.131 portugueses estão sem emprego em Setúbal, segundo União dos Sindicatos de Setúbal/CGTP-IN.

O desemprego feminino representava 53% do desemprego, sendo de 21 a percentagem dos desempregados com idade superior a 55 anos e de 45,1 a percentagem dos desempregados de longa duração.

Os jovens, até aos 25 anos de idade representavam 10,2 por cento do desemprego e os desempregados com formação académica superior representavam 11,6%.

Em relação ao mês anterior verificou-se um aumento da percentagem do desemprego dos desempregados com idade superior a 55 anos.

Para a União dos Sindicatos de Setúbal, as recentes declarações do ministro Mota Soares sobre a descida de uma décima na percentagem do desemprego nacional são “bem reveladoras da falência da política deste governo e são um insulto aos milhares de desempregados”.

“A rutura com a política de direita e a construção de uma alternativa de esquerda e soberana é o caminho para fazer sair o país desta política de desastre nacional”, rematam.

Partilhe esta notícia