A coerência é um traço distintivo do projeto da CDU. Nas autarquias, na Assembleia da República e no Parlamento Europeu o que dizemos localmente, afirmamos a nível nacional e no Parlamento Europeu. A presença constante junto da população, dos trabalhadores, das empresas, das associações, das instituições, determina a nossa ação que é portadora das necessidades e anseios levantados pelo nosso povo. 

Estivemos e estamos na defesa da produção nacional e no nosso concelho, em especial, da produção de leite, reunindo com os produtores, informando-os dos trabalhadores e recolhendo informações. Estivemos e estamos na defesa do nosso património natural e cultural, reunindo com proprietários de embarcações típicas do Rio Tejo e defendendo o único estaleiro em Portugal que produz de forma tradicional estas embarcações. Estivemos e estamos com os trabalhadores defendendo os seus direitos e propondo o aumento geral dos salários e progressões nas carreias, bem como a recuperação do tempo de serviço roubado a cada trabalhador. Estivemos e estamos com os reformados, ouvindo as suas reclamações e reivindicando o aumento das pensões e o aumento das reformas. Estivemos e estamos na defesa dos serviços públicos e na defesa de quem neles trabalha, propondo a construção de equipamentos como o novo Centro de Saúde da Baixa da Banheira, bem como a colocação de profissionais de saúde em número adequado às necessidades dos utentes. Estivemos e estamos na defesa da Escola Pública, propondo investimento nos equipamentos escolares, colocação do número de profissionais adequados às necessidades, propondo e lutando pela gratuitidade dos manuais escolares, pelo fim das propinas e por mais apoio a alunos carenciados.

Foram dezenas as iniciativas realizadas no concelho da Moita que contaram com a presença de eurodeputados da CDU, eurodeputados que são os mais produtivos entre os eurodeputados portugueses. Eurodeputados que assumiram um compromisso com o povo e com os trabalhadores portugueses e que são a sua voz no Parlamento Europeu. 

Defendemos uma outra Europa. Uma Europa dos povos e dos trabalhadores, uma Europa de Paz e de Cooperação. Uma Europa em que se defenda a soberania dos países e onde se respeitem as diferenças. Uma Europa que não esteja ao serviço dos ditames do grande capital financeiro ou só de alguns países mais fortes. Uma Europa aberta, unida, forte e de progresso. Uma Europa democrática. 

Lá como cá, com um compromisso, a CDU afirma mais uma vez tudo fazer para defender os interesses dos trabalhadores e do povo português!

Vanda Figueiredo 

Dirigente Sindical

Partilhe esta notícia