No ano em que o Município celebra o seu 800º aniversário, efeméride que proporciona uma nova perspetiva da importância da preservação das tradições enquanto parte indissociável da identidade cultural da comunidade, Alcácer do Sal prepara-se para cumprir a tradição e receber mais uma edição da Feira Nova de Outubro. A ter lugar no Parque de Feiras e Exposições da cidade, o evento está agendado para os dias 5, 6 e 7 de outubro e promete três dias de festa e muita diversão.

Na tenda das tasquinhas, localizada nas traseiras do Pavilhão Gracieta Baião, além de uma variada oferta de comes e bebes, os visitantes vão poder assistir a grandes espetáculos. Logo na primeira noite (5 de outubro), pelas 22h30 sobe a palco Piruka, um artista contemporâneo que dá cartas na área do rap e do hip-hop e que soma cada vez mais fãs, principalmente entre o público jovem, que em todos os seus concertos canta em plenos pulmões êxitos como “Já se passou tudo”, “Salto Alto” e “Se eu não acordar amanhã”. Segue-se, às 00h30, DJ Putsouza, um nome sonante que logo aos 15 anos de idade começou a afirmar-se na área.

Sábado (6 de outubro) o concerto das 22h30 vai ter por protagonista uma bela voz vinda do Brasil: Adriana Lua. A artista e a sua banda vão brindar o público com temas bem conhecidos, tais como “Pago pra ver”, “Lágrimas das Inimigas” e “Sem Você”.  Às 00h30 a música fica por conta de DJ Gemma, um dos DJ’s da nova geração da música de dança em Portugal e que foi residente nos melhores clubs lisboetas.

Domingo (7 de outubro) à noite, também às 22h30, os êxitos musicais disco/pop mais carismáticos dos anos 80 e 90 vão ser recordados em palco pela Remember Revival Band, num espetáculo temático interativo que promete ser bastante dinâmico e animado.

Mas não só de música se faz a Feira Nova de Outubro: com essência de feira franca, o recinto acolhe múltiplos vendedores, que trazem consigo vestuário, calçado, artesanato, quinquilharias, produtos regionais, malas, utilitários domésticos e brinquedos. Este é também o momento para adquirir os primeiros frutos secos da época, desde nozes e castanhas a figos secos e amêndoas, aproveitando ainda a oportunidade para comprar deliciosos géneros alimentares, entre eles peros, azeitonas, batatas-doces, rebuçados, bolinhos de amêndoa, queijos e produtos de charcutaria. A fazer as delícias de crianças e jovens, os carrosséis. No Pavilhão Gracieta Baião vão estar patentes os habituais expositores de associações e entidades.

Uma tradição indissociável deste certame é a corrida de toiros, na Praça João Branco Núncio. Agendada para sábado (6 de outubro), às 17h, vai contar com toiros da ganadaria Jorge Mendes, que vão ser lidados pelos cavaleiros João Moura, Vítor Ribeiro, Marcos Bastinhas, Duarte Pinto, Miguel Moura e Francisco Núncio. As pegas vão caber aos Forcados Amadores de Montemor e Aposento da Moita.

A Feira Nova de Outubro  nasceu de uma Provisão de 13 de março de 1782 (reinado de D. Maria I), enviada à Câmara Municipal de Alcácer do Sal e que determinava que no primeiro domingo de outubro de cada ano haveria uma feira franca por três dias. Gradualmente, o certame promovido pela autarquia ganhou o seu espaço e é hoje uma das marcas identitárias do município.

Partilhe esta notícia