Os dois primeiros pisos de um prédio inacabado, localizado na Avenida de Moçambique, no Bairro do Liceu, foram encerrados a tijolo devido à falta de segurança e higiene urbana apresentada. O edifício devoluto foi encerrado ao fim de 13 anos de luta e queixas dos moradores vizinhos.

O presidente da União das Freguesias de Setúbal, Rui Canas, esteve reunido com moradores e administradores de condomínios dos prédios circundantes durante o mês de Fevereiro. Após um acordo com o Montepio, proprietário do edifício, foi ditado o fecho das entradas principais do prédio inacabado.

No terreno estiveram também o vereador da Câmara Municipal de Setúbal André Martins e uma equipa técnica municipal. A intervenção prolonga-se até ao mês de Março com a recuperação da calçada e a criação de estacionamento em frente ao prédio da Avenida de Moçambique.

Partilhe esta notícia