Programa de auxílio de emergência entra hoje em vigor

Os estudantes do Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) economicamente mais afetados pelas medidas de contenção e mitigação da pandemia de COVID-19 podem, a partir de hoje, beneficiar de um programa de auxílio de emergência.

Sob a designação de Unidos@IPS, esta medida de apoio, lançada pelo IPS e pelos seus Serviços de Ação Social (SAS-IPS), é suportada financeiramente por receitas próprias e pelos donativos de particulares e de empresas, abrangendo quer a própria comunidade académica (docentes, não docentes, antigos estudantes), quer também a comunidade externa, entre entidades parceiras e cidadãos que, a título individual, entendam por bem aderir à iniciativa, devendo para o efeito contactar os SAS, através do email sas@sas.ips.pt.

Podem beneficiar do novo programa todos os estudantes inscritos e matriculados em qualquer curso ministrado no IPS, desde que conferente de grau ou diploma de técnico superior profissional (CTeSP), que comprovadamente se encontrem em situação de grave carência económica, provocada diretamente pela pandemia, designadamente desemprego, doença ou outras situações de vulnerabilidade social e económica, com alterações significativas nos rendimentos disponíveis e limitações na capacidade para suportar os custos inerentes à frequência do respetivo curso.

As medidas abrangidas pelo Unidos@IPS vão desde a atribuição indireta de apoio para liquidação de prestações de propina e mensalidades de alojamento na Residência de Estudantes de Santiago e Moradias de Santa Bárbara, até a atribuição de géneros ou bens.

O programa hoje lançado, cujas candidaturas decorrem até ao dia 11 de setembro, surge da “urgência sentida pelo IPS em disponibilizar um mecanismo de apoio ágil e célere, paralelo aos programas de suporte já vigentes e ao sistema de atribuição de bolsas de estudo, ao mesmo tempo que vem dar resposta a um importante número de parceiros da instituição que se propõem a apoiar financeiramente uma ação de auxílio específico à situação de emergência social criada pela pandemia” anuncia o presidente, Pedro Dominguinhos.

O regulamento pode ser consultado no portal da instituição, em www.ips.pt.