A S.energia – Agência Regional de Energia para os concelhos do Barreiro, Moita, Montijo e Alcochete elegeu, recentemente, em Assembleia Geral os novos corpos sociais para o biénio 2015-2017, passando o Conselho de Administração a ser presidido por Bruno Vitorino, Vereador da Câmara Municipal do Barreiro.

A Câmara Municipal do Montijo, representada pelo Presidente Nuno Canta, termina assim o seu mandato como Presidente do Conselho de Administração. A Mesa da Assembleia Geral passou a ser presidida pela Câmara Municipal da Moita, representada pelo seu Presidente Rui Garcia.

Corpos sociais da S.energia:

Mesa da Assembleia Geral
• Presidente: C.M. da Moita
• 1º Secretário: SIMARSUL
• 2º Secretário: Transtejo/Soflusa S.A.

Conselho de Administração
• Presidente: C.M. do Barreiro
• Vice-Presidente: C.M. do Montijo
• Vice-Presidente: C.M. da Moita
• Vogal: Instituto Politécnico de Setúbal
• Vogal: ADENE – Agência para a Energia
• Vogal: Baía do Tejo, S.A.
• Vogal: EDP Distribuição

Conselho Fiscal
• Presidente: AMARSUL
• Vogal: ETPM – Escola Técnica Profissional da Moita
• Vogal: Transportes Sul do Tejo

Nesta Assembleia Geral, foi aprovado o Relatório de Exercício e Contas de 2014, onde se verifica que a atividade da S.energia, fruto da evolução do seu trabalho ao longo de sete anos de existência, divide-se atualmente em seis linhas estratégicas: Planeamento Energético, Eficiência Energética, Construção Sustentável, Energia por Fontes Renováveis, Mobilidade e Educação e Sensibilização Ambiental.

No que se refere ao Plano de Atividades e Orçamento para 2015, também aprovado nesta reunião, verifica-se que a S.energia, ciente da poupança que pode advir da eficiência energética, continuará a concentrar a sua ação na sustentabilidade energética nos territórios em que atua. No entanto, e apesar de umbilicalmente ligada aos Municípios do Barreiro, Moita e Montijo, a S.energia continua disponível para também colaborar com todas as entidades públicas e privadas que solicitem o seu apoio, pelo que disponibiliza vários serviços à comunidade, particularmente aos munícipes, às empresas, e outras entidades e atores locais.

Partilhe esta notícia